Isabela Rigon Lima, de 8 anos, foi vice-campeã estadual de judô em 2019. Foto: arquivo pessoal

PROMESSA.Aos oito anos,Isabela Rigon empilha medalhas

O ano de 2019 foi muito especial para a pequena Isabela Rigon Lima, de apenas 8 anos, com a conquista de várias medalhas no Judô. Apesar da pouca idade, a montenegrina já empilha diversas medalhas de ouro e, recentemente, sagrou-se vice-campeã gaúcha de judô – categoria mirim, na etapa classificatória para o campeonato nacional.

A família apoia e sempre está presente nas lutas de Isabela

Com uma rotina pesada, dividida entre treinos do judô, jiu jitsu, tênis e os estudos, Isa relata que tudo valeu a pena, devido aos resultados que conquistou no último ano. A atleta da equipe Judô Oriente pratica a arte marcial desde 2016, e compete há três anos.

Isa já participou de campeonatos da federação, regionais e estaduais de judô, e em outubro ela foi vice-campeã Estadual. Promessa do esporte, a pequena passou por sete lutas antes de chegar até a mais esperada, e o seu desempenho foi dos melhores. “O campeonato foi bom, mas eu estava muito nervosa. Eu já tinha lutado com ela (adversária) no outro Estadual e já tinha perdido, então fiquei um pouco nervosa”, conta.

A mãe, Roberta Rigon, acompanha a filha em todas as lutas, e acredita que o seu potencial e técnica são enormes. “Como ela luta em uma categoria acima, as meninas que ela enfrenta são normalmente maiores que ela e mais pesadas, e ela fica nervosa na hora de lutar”, fala.

Em setembro de 2019, a montenegrina foi ouro em mais uma disputa

Como no último ano Isabela pontuou bastante nos campeonatos que participou, já poderia participar do Campeonato Brasileiro, porém devido a sua idade, isso não foi permitido. Em 2020, a menina completa 9 anos e poderá entrar na disputa pelo título nacional. A jovem está disposta a alçar voos ainda maiores, porém ainda fica com receio do nervosismo nas lutas.

“Eu vejo a capacidade dela e vejo que ela realmente é boa naquilo ali, tanto que ela pega meninas muito maiores e graduadas como ela, e vence. O que me dá a dorzinha é que ela fica muito nervosa. Ela fica com muito medo antes da primeira luta, depois ela relaxa”, diz Roberta.

De iniciativa própria, Isa começou a praticar judô na escola com colegas, e logo já foi convidada pelo Sensei Antônio Leite a participar da academia. A menina gostou tanto que agora é a sua arte marcial favorita, e até conseguiu levar o pai para treinar junto. “Eu comecei a praticar depois o judô em função dela, fui até a faixa azul e tive um problema de joelho e parei, mas pretendo voltar”, comenta Lúcio Lima.

Dentre as medalhas que Isa possui, engana-se quem pensa que as favoritas da pequena judoca são as de ouro. “As mais especiais pra mim são as duas estaduais, de prata”, revela Isa. Com várias amizades novas na academia, Isa conta com a ajuda nos treinos de mais quatro colegas da equipe de competição.

O amor pelo esporte é tanto que ela já até pensa em investir nisso para o futuro. “Penso em fazer judô ou tênis mais sério. Já pensei até em futebol também”, diz. Mas isso só o tempo irá dizer.

Isa teve um ótimo desempenho no judô na última temporada

Dedicada em todas as áreas
Com a faixa amarela atualmente, a pequena sempre deu o seu melhor. Conseguiu pular uma faixa devido às pontuações em campeonatos, e nas trocas de faixas sempre acertou todas as questões.

Mesmo com a semana repleta de atividades extras, Isabela sempre foi muito bem na escola. “Ela é estudiosa, sempre tira notas boas. Ela tem a rotina dela e sempre faz o tema, e também, se não ir bem, o sensei puxa a orelha”, brinca a mãe. Segundo Roberta, o sensei conversa com os pais para ver como está o comportamento, como está na escola, e isso é algo que ela valoriza.

Orgulho dos pais, Isa bela conta com o apoio da família para se divertir e lutar. “Eu acho que é muito legal, primeiro porque é um esporte e todo esporte é válido, principalmente durante a infância. E esta é uma modalidade que trabalha bastante a questão da disciplina, da solidariedade, é um esporte bem completo”, finaliza Roberta.

Deixe seu comentário