Aposentômetro, Previdência, aposentadoria, tempo de contribuição, idade, dinheiro

A Central Única de Trabalhadores (CUT) lançou o “Aposentômetro”, uma calculadora que permite aos trabalhadores simular a idade com que se aposentarão segundo as regras atuais e de acordo com a proposta de reforma da Previdência apresentada pelo governo. A iniciativa foi em parceria com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

O Aposentômetro faz parte do movimento contra a reforma previdenciária proposta pelo presidente Michel Temer. Segundo o presidente da CUT, Vagner Freitas, “Temer não quer reformar a Previdência, quer acabar com a aposentadoria dos trabalhadores”.

Para utilizar a calculadora basta informar o gênero, a data de nascimento e o tempo de contribuição para o INSS. O “Aposentômetro” irá informar ao trabalhador quanto tempo lhe resta de trabalho até a aposentadoria nas regras atuais e como ficará se a proposta de Reforma da Previdência do governo for aprovada pelo Congresso Nacional.

A reforma proposta pelo governo do presidente Michel Temer prevê a instituição de uma idade mínima de 65 anos e tempo mínimo de contribuição de 25 anos. O cálculo do benefício também deve ser modificado e passará a partir de uma base de 51%, acrescida de um ponto porcentual a cada ano de contribuição – ou seja, para ter direito à íntegra do salário de contribuição, será preciso trabalhar por 49 anos.

“O conjunto de medidas impõe tantas dificuldades e restrições que praticamente inviabiliza que amplas parcelas de trabalhadores e trabalhadoras consigam se aposentar”, defende a CUT.

ACESSE O APOSENTÔMETRO

Deixe seu comentário