Hilux branca e Palio da vítima foram abandonados na Estrada da Divisa. Foto: BM

O indivíduo Vilmar de Souza Maciel, 45 anos, foi preso em flagrante no início da madrugada desta quinta-feira, dia 4, após crime de sequestro e roubo, além de troca de tiros com a Brigada Militar (BM), na cidade de Portão. Ele era um dos tripulantes na camionete Toyota modelo Hilux – de cor branca – que havia sido furtada na terça-feira, dia 2, em São Sebastião do Caí. A ocorrência iniciou ainda na noite da quarta-feira, 3, quando a Sala de Operações da Brigada Militar (BM) recebeu informação que indivíduos tripulando a camionete haviam abordado um automóvel Fiat Palio Weekend nas proximidades do km 7 da ERS-122.

Isso teria sido em Portão, antes do pedágio no sentido Caí/ Portão, direção na qual a quadrilha foi identificada se deslocando em seguida, com os dois veículos. Viaturas iniciaram então acompanhamento e posterior na chamada “Estrada da Divisa” (Estrada dos Lemmertz) – limite entre Portão e Capela de Santana – foi realizada abordagem. Os criminosos então entraram em confronto com as viaturas, depois se embrenharam no matagal.

Durante as buscas, Maciel foi preso portando um rádio HT na frequência da PM. Ele constava como foragido do sistema prisional. Com apoio de viaturas de Estância Velha, foi localizado o Palio roubado, cerca de 3 km a frente, e no interior dele estava a vítima – um empresário de São Sebastião do Caí – com as mãos amarradas com lacre e com lesão na cabeça. Ele disse que estava chegando em casa quando foi atacado por homens portando armas longas. Os outros indivíduos seguem foragidos, mesmo com o cerco armado na localidade.

Fonte: Comunicação Social do 25º BPM/CRPO/VRS

Deixe seu comentário