pinheiro que causou o choque na menina fica bem no centro da praça Rui Barbosa

Alerta aos pais. É preciso ter cuidado ao se aproximar de luzes e fios expostos e evitar tocar nesses ornamentos

Uma menina de oito anos levou um choque ao tocar no pinheiro da decoração natalina da praça Rui Barbosa, no centro de Montenegro. Ela chegou a ser encaminhada para atendimento hospitalar e um registro de Ocorrência policial foi feito. O fato ocorreu no início da noite desta quarta-feira, dia 19.

Na quinta-feira, 20, após o caso vir à tona em redes sociais, a Prefeitura Municipal emitiu uma nota oficial confirmando o fato e justificando o motivo que levou ao choque. Para a Administração, o vandalismo praticado no local resultou no incidente com a criança. Um eletricista ouvido pelo Ibiá alerta para os cuidados necessários em instalações desse tipo.

Segundo relatos de pessoas que presenciaram a cena, mas não quiseram ser identificadas, a família, assim como tantas outras, passeava pela praça admirando os enfeites. Neste momento, a menina colocou a mão no pinheiro que fica bem no meio do local. Uma comerciante diz que a pequena encostou no suporte de uma das lâmpadas. Outra afirma que foi sobre na lâmpada. Já a Prefeitura não deu detalhes sobre onde exatamente a vítima tocou.

No Facebook, o tio da menina desabafou e pediu providências para a Administração Municipal. O cidadão teme que alguém possa morrer ao sofrer uma descarga elétrica de maior intensidade. A mãe da garota não quis se manifestar antes de receber o laudo da perícia feita na filha.

Há três anos a morte de um menino no município de Tupandi chamou a atenção sobre os perigos escondidos por trás das decorações de Natal em áreas abertas das cidades. O pequeno brincava na única praça do bairro Vida Nova e nem chegou a encostar na estrutura metálica em formato de árvore de Natal. Ele apenas pisou na grama e sofreu a descarga elétrica, sem haver tempo para socorro.

É comum o interesse das crianças em querer tocar os ornamentos, mas os pais devem estar atentos, pois nunca se sabe as “armadilhas” que se escondem em meio à beleza. Além disso, é responsabilidade das administrações seguirem as normas de segurança para evitar que sejam feitas novas vítimas.

O eletricista Florêncio Castilhos, ouvido pela reportagem, lembra que as decorações devem seguir o padrão de segurança estabelecido pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). De acordo com ele, instalações provisórias demandam o mesmo cuidado que as definitivas e tais as regras são essenciais para evitar problemas. O profissional destaca a importância do aterramento de fios e do uso de material adequado, como fitas e cabos próprios para instalações em vias públicas.

O que diz o eletricista sobre o processo de instalação
– Em áreas externas deve-se usar fita isolante autofusão, nunca a fita isolante comum;
– Onde houver estruturas de metais junto a instalações elétricas, como armações de arames, ferros, etc; estas deverão sempre estar aterradas, mesmo sendo provisórias. Pois, em caso de encostar uma fase na mesma, por atos de vandalismos, ou por arrebentar este condutor, a fase entrará em curtiu-circuito com o aterramento e desligará um disjuntor apropriado para tanto;
– Hoje existem os disjuntores de diferencial residual (DDRs), os quais desligam automaticamente quando alguma pessoa toca na fase ou em estrutura energizada, protegidas pelo mesmo; – Não sendo observados estes cuidados previstos em Norma, existirão riscos ao público.

Nota oficial da Prefeitura

Vandalismo se repete e quase resulta em uma fatalidade

Novamente, a praça Rui Barbosa foi vítima de vandalismo em Montenegro. No início da noite desta quarta-feira (19), novas lâmpadas foram furtadas e, em consequência deste fato, uma criança acabou levando uma descarga elétrica no local.
A praça Rui Barbosa, palco de decorações natalinas desde o início deste mês, sofreu, pela segunda vez em menos de dez dias, atos de vandalismo na árvore de Natal localizada na área central do espaço. Segundo levantamento da Prefeitura Municipal de Montenegro, quinze unidades de lâmpadas LED de 20 watts foram furtadas da principal árvore natalina que, juntamente com os anjos, ilumina o interior da Praça. Na madrugada do dia 12 de dezembro, 11 lâmpadas já haviam sido furtadas.
O furto das lâmpadas, da noite de ontem, ocasionou um incidente com uma menina de oito anos que estava no local. Ao encostar na árvore, a criança recebeu uma descarga elétrica. Servidores da Prefeitura estavam próximos, prontamente, chamaram a Guarda Municipal para auxiliar no atendimento. A menina foi levada ao Hospital Montenegro, onde recebeu atendimento. Durante o atendimento, a Administração Municipal, através da Guarda Municipal, esteve no HM e prestou solidariedade.
“Entrei em contato diretamente com a mãe da menina e nos colocamos à disposição para auxiliar no que for necessário. Por sorte não foi nada grave. Resultado claro do vandalismo e da desconstrução que muitos promovem em nosso município. Já registramos Boletim de Ocorrência e esperamos que as câmeras de vídeo dos estabelecimentos próximos, possam ter gravado algo”- esclareceu o Secretário Municipal de Viação e Serviços Urbanos, Jackson de Oliveira.
Para registrar o ocorrido, junto à Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA), o secretário esteve acompanhado pelo Chefe do Setor de Elétrica, Anderson Vargas. O documento registrado é o de número 9293/2018.
Importante registrar que não havia falha, nem qualquer tipo de erro, em relação a parte elétrica da árvore em questão. Tal ocorrido é resultante do vandalismo, repetido, no local. A Administração Municipal entende que o que acarretou o incidente foi o ato criminoso, deixando o risco exposto. Por fim, a Prefeitura Municipal de Montenegro ressalta que repudia qualquer ato de vandalismo ou atos que fomentem a maldade.

Deixe seu comentário