Buss assume a secretaria nesta quinta-feira

Coronel da reserva da Brigada Militar, Ronaldo Buss assume nesta quinta a secretaria municipal de Obras Públicas de Montenegro. Ele foi convidado pelo prefeito Kadu Müller para substituir Argus Machado, exonerado terça-feira. Argus estava no comando do setor desde maio de 2017, ainda na gestão Aldana.

A troca faz parte de um processo mais amplo de mudanças no primeiro escalão do governo. Com o ingresso do prefeito no Progressistas oficializado em março, o partido está sendo chamado a indicar alguns quadros para ocupar cargos-chave na Administração. Buss faz parte dessa leva de nomeações e sua escolha considera a experiência que adquiriu ao longo de 35 anos na BM, em que exerceu o comando de diversas unidades, inclusive em Montenegro.

Natural de Porto Alegre, o coronel chegou a Montenegro em 1988. Casou e constituiu família. Ele e a esposa Fabiana são pais de duas meninas, uma de 21 e outra de 18 anos. Na estrutura da Brigada Militar, Buss atuou tanto no policiamento ostensivo quanto em atividades administrativas, de planejamento e de gestão. Passou pelas forças-tarefas que atuam no Presídio Central e na Penitenciária Estadual do Jacuí. Também teve atuação destacada na 1ª Companhia de Policiamento de Montenegro, na Escola de Formação de Soldados e nos comandos do policiamento regional da Serra e do Vale do Caí, além da Força Nacional de Segurança Pública.

Filiado ao Progressistas há vários anos, Buss foi um dos coordenadores da campanha de Marcelo Cardona à Prefeitura, em 2012. “Agora, quando o prefeito Kadu conversou comigo, apenas disse que queria trabalhar pela comunidade, pois eu amo Montenegro, moro aqui e quero uma cidade melhor para as minhas filhas”, afirma. O novo secretário explica que atuou, durante sua trajetória na Brigada, com gestão de processos e de pessoas e é esta experiência que deseja levar para a Smop.

Assim que for apresentado oficialmente, Buss pretende conhecer a forma como a equipe trabalha, as atividades a que se dedica e as pendências que existem no setor. “Sei que a secretaria tem um bom grupo de servidores, engenheiros e arquitetos e meu papel será coordenar o trabalho deles para oferecer serviços mais eficientes e ágeis à população”, projeta.

Deixe seu comentário