Um policial do 5ºBPM, apresentou sintomas de gripe e está de atestado médico

Desde a semana passada, a Brigada Militar do Rio Grande do Sul teve mais de 250 policiais afastados de suas atividades por suspeita de contaminação de coronavírus. Conforme informado pelo Comando Geral da Brigada Militar, há casos em todas as regiões do Estado, mas até agora nenhuma suspeita foi confirmada. No Comando Regional de Polícia Ostensiva do Vale do Caí (CRPO/VC), policiais de dois batalhões encontram-se afastados, seguindo medidas protocolares contra a pandemia.

Conforme o tenente-coronel Márcio José Rosa da Luz, comandante do CRPO/VC, no Vale do Caí, um policial do 5º Batalhão da Polícia Militar (5ºBPM), que reside em santa Cruz, apresentou sintomas de gripe e procurou atendimento médico em sua cidade de domicílio. O PM encontra-se de atestado e portanto, afastado de suas atividades.

Um policial do 27º BPM, de São Sebastião do Caí, foi afastado das funções pelo período de sete dias, seguindo medida protocolar do sistema de saúde da BM. A namorada do servidor está em quarentena, por 14 dias, com suspeita da Covid-19, e por terem estado juntos, foi recomendado que o PM ficasse sob observação, para ver se irá apresentar algum sintoma suspeito, nos próximos dias. “O policial não está mais em contato com a namorada, que está isolada na residência dos pais”, acrescenta o comandante regional.

Deixe seu comentário