O Jornal Ibiá repete aqui o vídeo institucional divulgado pelo Hospital Montenegro (HM) 100% SUS. A instituição, referência regional no Vale do Caí, adota medidas de recepção e tratamento aos pacientes com suspeitas de contaminação pelo novo Coronavírus, causador da Covid-19. As orientações são trazidas pelo diretor técnico, médico Jean Ernandorena, e pela gerente de enfermagem, enfermeira Miriam dos Santos.

Ernandorena não esquece de elogiar a postura da comunidade ao respeitar as restrições sociais, o que, certamente, dará resultado na contenção da pandemia na região. A respeito das mudanças, pede paciência, pois são para todos, especialmente aos servidores do HM. Ele garantiu ainda eficiência na UTI para receber casos graves. “Queremos deixar a população bem tranquila de que o Hospital está preparado para atender esta demanda”, finaliza.

Atualmente, a UTI do hospital comporta 10 leitos. A ala específica (citada no vídeo), que está sendo construída para atender os pacientes com suspeitas do novo coronavírus, terá capacidade para 22 leitos.

O diretor administrativo do HM, Carlos Batista, lamentou a suspensão de algumas linhas de ônibus por parte da Viação Montenegro. Com a medida, agora o motorista do hospital precisa buscar alguns funcionários em suas residências. “Sabendo que há serviços essenciais na cidade, a Viação tomou uma decisão unilateral. Ficamos muito tristes, (a Viação) deveria ter se preocupado um pouco mais com o público. O carro do hospital está a serviço disso, mas essa situação está bem complexa”, ponderou.

Veja no vídeo ainda a descrição dos sintomas que caracterizam a Covid-19;e saiba como funciona a barraca de triagem na entrada do HM.

Deixe seu comentário