Reajustes são acionados quando há redução na oferta de energia FOTO: ARQUIVO/JORNAL IBIÁ

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou que a bandeira tarifária para janeiro de 2020 continuará amarela. Isso significa um custo extra de R$ 1,343 para cada 100 quilowatts-hora consumidos pelos brasileiros.

De acordo com a Agência, a decisão deve-se ao baixo nível de armazenamento dos principais reservatórios de água ligados ao Sistema Interligado Nacional; e pelo regime de chuvas significativamente baixo para o que se espera do período. Bandeira Amarela indica condições intermediárias de produção.

A previsão até é de que as chuvas no primeiro mês de 2020 vão elevar gradativamente o nível de água dos principais reservatórios, mas ainda em patamares abaixo da média histórica. A situação exige o acionamento das usinas termelétricas, movidas a petróleo e mais onerosas, por isso o acréscimo tarifário da bandeira.

Deixe seu comentário