A tarifa terá um aumento de 49,63% em relação a bandeira vermelha de patamar 2 Foto: arquivo Jornal Ibiá

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou nesta terça-feira, 31, em coletiva de imprensa, que a partir desta quarta-feira, 1º, a conta de energia deve ficar ainda mais cara. A nova bandeira tarifária “escassez hídrica” passa de R$ 9,49 da bandeira vermelha,  para R$ 14,20 a cada 100 kWh. Os novos valores são válidos até abril de 2022.

A nova bandeira representa uma alta de 49,63% em relação à bandeira vermelha patamar 2, que até agora era a mais alta do sistema e estava em vigor nos últimos meses. Segundo a Aneel, a justificativa para o aumento é a crise hídrica que Brasil vive, sendo uma das maiores em 91 anos. A Agência ainda ressaltou que a crise tem exigido medidas adicionais do setor elétrico para não faltar energia em outubro e novembro – os meses que serão os mais críticos do ano.

A nova tarifa se aplica a todos os consumidores, com exceção ao estado de Roraima e aos consumidores inscritos no programa Tarifa Social.

Deixe seu comentário