FOTO: ARQUIVO/JORNAL IBIÁ

Os vereadores aprovaram na sessão ordinária dessa quinta-feira, 26 de novembro, uma homenagem ao Comissário de Polícia e Chefe de Seção de Investigação da 1° Delegacia de Polícia de Montenegro, Alisson Soares Castilhos. Ele vai receber o título de Cidadão Montenegrino, ainda em data a ser divulgada. A proposta veio do vereador Talis Ferreira (Progressistas).

O vereador destaca os 17 anos de dedicação do Comissário no Município, tempo em que desenvolveu um brilhante trabalho de combate ao crime. “Natural de Porto Alegre, o Alisson escolheu e optou por permanecer em Montenegro, onde mora com sua família”, pontua. Castilhos nasceu em 1975, na capital gaúcha, onde passou a infância e a juventude. É bacharel em Direito formado na Universidade Luterana do Brasil, pai de dois filhos e casado com uma montenegrina.

Em sua carreira na Polícia, tem passagem pelo Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (DENARC); e, em 2003, atuou na equipe responsável pela prisão do “Tarado Mascarado”, em um dos casos que mais movimentou a cidade. Destaque, também, teve seu trabalho na Operação Fênix, em 2016, a maior operação policial do Estado e que foi desencadeada em Montenegro com a vinda de mais de 700 policiais para dar cumprimento a quase 120 ordens judiciais.

A homenagem foi aprovada pela maioria dos vereadores nessa quinta, com exceção de Erico Velten (PDT). A reportagem questionou o vereador sobre a decisão, mas não recebeu retorno.

Deixe seu comentário