Consumidor terá de aguardar para ver se a redução chegará às bombas de abastecimento. FOTO: ARQUIVO/JORNAL IBIÁ

Pesquisa. Com mudanças no ICMS, Receita Estadual aponta nova tendência de queda, sobretudo no valor da gasolina

A partir deste sábado, 16, entram em vigor no Rio Grande do Sul os novos preços de combustíveis para fins de tributação do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Os valores, obtidos por meio de uma pesquisa realizada pela Receita Estadual apontam nova tendência de queda, sobretudo em relação à gasolina. As verificações foram feitas em postos de combustíveis de mais de 490 municípios gaúchos, considerando as notas fiscais emitidas a consumidores.

O novo preço a ser utilizado para tributação da gasolina será atualizado de R$ 4,4016 para R$ 4,3294 (redução de 1,64%). Já para o diesel, a mudança é de R$ 3,3522 para R$ 3,3685 (aumento de 0,49%). O gás de cozinha (GLP), por sua vez, também teve o preço de referência reduzido significativamente, passando de R$ 77,96 (botijão de 13 kg) para R$ 71,30 (redução de 8,55%).

Os combustíveis são tributados pelo regime de Substituição Tributária, sistemática em que os contribuintes que estão no início da cadeia de circulação dos combustíveis (refinarias ou distribuidoras) são os responsáveis pelo recolhimento do ICMS dos demais contribuintes que se interpõem entre eles e os consumidores finais.

O preço médio da gasolina nas bombas no País recuou pela 16ª semana seguida, segundo um levantamento semanal divulgado pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis) na sexta-feira (08). O valor por litro caiu 0,4%, de R$ 4,212 para R$ 4,197.

A ANP também apurou uma leve queda no preço do diesel, após registrar alta na leitura da semana anterior. O valor médio por litro recuou 0,1%, de R$ 3,447 para R$ 3,444. Já o preço por litro do etanol caiu 0,8% no período, de R$ 2,780 para R$ 2,758. O valor representa uma média calculada pela ANP com dados coletados em diversos postos. Os preços, então, podem variar de acordo com a região.

Uma pesquisa realizada pela Associação dos Diários do Interior (ADI) mostra o valor médio praticado nos postos de combustíveis em cidades de diversas partes do Estado, até esta sexta-feira, 15. Confira no box ao lado.

Deixe seu comentário