Tok de Bola, Força Livre, Montenegro, Maratá, futebol de areia
Após bater na trave nos últimos três anos, Tok de Bola agora quer o título do Força Livre para coroar a campanha, até então, invicta nesta edição. Foto: Lucas Uebel / divulgação Grêmio

Futebol de areia. Dos oito finalistas da competição, seis são de Montenegro

Mesmo que Montenegro não tenha nenhum campeonato municipal de futebol de areia, futsal ou futebol de campo, a cidade segue com muitos talentos no esporte mais popular do País. Uma prova disso é o número de times montenegrinos nas finais da Copa Intermunicipal de Futebol de Areia de Maratá, que ocorrem hoje à noite, na quadra do Parque da Oktoberfest. Dos oito finalistas do torneio, seis são de Montenegro.

São quatro categorias que decidem seus campeões nesta sexta-feira. Apenas no Sub-18 não tem times montenegrinos na decisão. A presença maciça dos times da cidade nas finais promete tornar os duelos ainda mais acirrados e emocionantes. No Força Livre, principal categoria da competição, os invictos Tok de Bola/Lotérica Timbaúva/Side Sul e Peludos F.C chegam à decisão famintos pelo título.

Vice-campeão em 2017, o Tok de Bola mudou boa parte do grupo para este ano, mas manteve a força das edições anteriores e se garantiu na final com a melhor campanha da categoria. Depois de ser eliminado nas semifinais em 2015 e 2016, e ficar com o segundo lugar na edição passada, o time treinado por Alexandre Kerber agora quer buscar o título da maior competição de beach soccer da região.

Para isso, o treinador do Tok de Bola sabe que sua equipe não encontrará vida fácil na decisão. “O que tínhamos que fazer já fizemos durante o torneio. Agora, é entrar e jogar, respeitando o adversário. Sei que do outro lado não será diferente. Vamos tentar errar o mínimo possível. Estamos 100% focados”, garante o comandante, orgulhoso por chegar a mais uma decisão do campeonato.

O foco de Alexandre está todo na decisão desta noite. No entanto, o técnico do Tok de Bola não esquece a situação em que se encontra o futebol em Montenegro e mostra indignação com o cenário atual. “Com a força que nosso time tem, pelo segundo ano na decisão, por ser dois times de Montenegro na final, assim como nas finais do Feminino e do Veterano, está na hora de mudar essa situação. Todos os times daqui têm que sair do município para serem reconhecidos, isso é uma vergonha”, frisa.

Peludos, time, Força Livre, Montenegro, Maratá, futebol de areia
Em sua estreia na Copa Intermunicipal, Peludos chegou à final e vai em busca do título nesta sexta-feira

Do outro lado, o estreante Peludos F.C não surpreende ao chegar na decisão, pois mostrou ter um conjunto forte durante toda a competição e, no futebol sete, é soberano no Grêmio Gaúcho há quatro semestres. Um dos principais destaques da equipe, Júlio César Machado, o Julinho, destaca a motivação do time por chegar a mais uma decisão. “Nosso time pegou gosto por final, espero que tenhamos mais um final feliz”, salienta.

Projetando um duelo bem disputado tecnicamente, Julinho reforça que não é uma surpresa o Peludos na final, mesmo que esteja estreando no torneio em 2018. “Acho que vai ser um grande jogo, decidido no detalhe. São as duas melhores equipes da competição. O time deles é muito forte, todos os jogadores fazem a diferença, temos que estar atentos. “A nossa base está acostumada a chegar em decisões, temos muitos jogadores de qualidade e essa mesma base estava na final do ano passado”, enfatiza.

Julinho citou a disputa do título de 2017 justamente porque atuou pelo Tok de Bola na decisão, ao lado de outros companheiros de Peludos. Na oportunidade, o Parma foi campeão nos pênaltis.

Fênix e Chelsea defendem seus títulos em clássicos locais
Se o campeão do Força Livre será montenegrino, os títulos do Feminino e do Veterano também virão para a Cidade das Artes. Entre a mulherada, Fênix e Fominhas prometem fazer um grande embate, muito estudado por ambos os lados. As duas equipes fizeram o duelo de abertura da competição este ano e o Fênix levou a melhor, vencendo por 2 a 1.

Por ser uma final e por ter perdido para o rival na estreia, o jogo desta sexta é considerado uma revanche pelo lado das Fominhas. Além disso, a equipe busca evitar mais uma conquista do Fênix, que venceu a Copa Intermunicipal em 2017 ao superar o Tok de Bola na decisão.

Não são só as meninas do Fênix que defendem o título hoje à noite. No Veterano, o invicto Chelsea vai em busca de mais um título diante do Genifer Sports/São José, em mais um clássico montenegrino. Na temporada passada, o Chelsea derrotou Capela de Santana na final. A outra decisão desta sexta será entre Da Vila e Porto, pelo Sub-18.

Finais da Copa Intermunicipal – Hoje
19h30min – Fênix x Fominhas – Feminino
20h30min – Da Vila x Porto – Sub-18
21h30min – Chelsea x Genifer Sports/São José – Veterano
22h30min – Tok de Bola x Peludos F.C – Força Livre

Deixe seu comentário