Foi aprovado pela Câmara de Vereadores na sessão dessa quinta-feira, 11 de fevereiro, a abertura de um crédito especial de R$ 337 mil para a pavimentação da rua Bélgica, no bairro Imigração. É um trecho de 240 metros que será asfaltado a partir da rua São Leopoldo. A maior parte dos recursos (R$ 238 mil) vem do governo federal, de uma emenda patrocinada pelo deputado Pedro Westphalen, do Progressistas, após solicitação do ex-vereador Joel Kerber ainda no ano passado. O restante será pago pela própria Prefeitura.

Na justificativa do crédito aos vereadores, o vice-prefeito Cristiano Braatz – na ocasião do envio, prefeito em exercício durante a viagem do titular à Brasília – explica que a rua é muito íngreme e de difícil trafegabilidade, especialmente quando chove. “Com a pavimentação, estaremos contribuindo para melhorar a qualidade de vida destas pessoas”, pontua. Braatz aponta que a obra também reduzirá as desigualdades, uma vez que a rua Bélgica, embora esteja situada no perímetro urbano, apresenta condições de trafegabilidade piores do que outras vias públicas.

Vivendo há quase 30 anos no local, a aposentada Elenir Jacob Leusin comemora a notícia. Ela conta que a demanda é antiga e um pedido dela e dos vizinhos de, pelo menos, sete anos. “É pó, é buraco e a rua é muito estreita”, concorda. Nos dias de enxurrada, a moradora relata que a água da chuva desce cavando a via e o chão batido.

A pavimentação poderia ter ocorrido mais cedo. Já com o recurso confirmado, em fevereiro de 2020, o ex-prefeito Kadu Müller chegou a assinar o contrato de repasse com a Caixa para receber a verba federal. Na época, a previsão de contrapartida do Município era menor, com o total da obra avaliado em R$ 293 mil. Mas as demais etapas acabaram não ocorrendo quando, logo depois, iniciou a pandemia e os investimentos foram limitados.

A diferença do valor nesse intervalo de um ano – aumentou mais de 15% de 2020 para 2021 –, segundo a atual administração, trata-se de atualização após considerável alta nos preços de itens da construção civil. A pavimentação não tem data para começar visto que, agora, iniciam-se os trâmites para lançamento do processo licitatório e contratação de empresa para realizá-la.

Deixe seu comentário