Primeira sessão teve cerca de 15 carros

A febre dos cinemas drive-in surgido na década de 30, foi redescoberto durante a pandemia de Covid-19, como forma de promover o distanciamento social e com saudades das telonas, os amantes da sétima arte marcaram presença na 2ª edição Cine Drive-In, na noite desta quarta-feira, 14. O evento que faz parte da 18ª Feira do Livro de Montenegro e 13ª Feira do Livro do Vale do Caí, contou com a presença de 15 carros na primeira sessão, e tem a previsão de mais 20 na segunda.

Família Rocha prestigiou o evento

Aos poucos, o estacionamento da Unisc foi lotando de famílias ansiosas pelo filmes brasileiros. Na sessão do “Eu e meu guarda-chuva”, Rodrigo e Ângela Rocha, esperavam com o pequeno João Pedro, de dois anos de idade. “A gente estava querendo realmente viver essa experiência, que nos permite aí os novos tempos”, diz Rodrigo.

Segundo o pai do João Pedro, a escolha da sessão foi devido ao pequeno, para que todos fossem agradados. “Eu achei muito bacana, achei importante a gente ter criatividade para se adaptar aos novos tempos”, completa.

Segundo o diretor de Cultura de Montenegro, William Szulczewski, a primeira edição do cine drive-in foi um sucesso e tinha que ser repetida. “A gente acredita que fazer esses tipos de evento que respeitem os protocolos de saúde da OMS tragam um pouco de conforto e diversão nesse momento tão difícil”, diz.

A expectativa é que ainda no Natal outra edição seja realizada, podendo ser de exibição de filmes ou até apresentações. A realização do evento foi do Sesc Montenegro e Prefeitura Municipal, através das Secretarias de Educação e Cultura, e de Indústria, Comércio e Turismo, Unisc – Campus Montenegro, com o apoio da Guarda Municipal e Vigilância Sanitária.

Deixe seu comentário