Desde sexta-feira, dia 20, já foram lançados cinco candidatos à presidência da República, nas convenções nacionais dos partidos políticos. Dois deles, no fim de semana: pelo Psol, vai concorrer Guilherme Boulos e Sônia Guajajara de vice; enquanto o PSL lançou Jair Bolsonaro, que ainda não tem candidato a vice.

Também no fim de semana, o Partido da Mobilização Nacional (PMN) e o Avante realizaram convenções e decidiram não lançar candidato à presidência. Os Todavia, os partidos não anunciaram se farão alianças no primeiro turno.

Na sexta-feira, outros três partidos apresentaram candidatos à presidência: pelo PSTU, Vera Lúcia e Hertz Dias (vice); Ciro Gomes, disputa pelo PDT, sem vice por enquanto; e Paulo Rabelo de Castro é o candidato do PSC. No mesmo dia 20, PCB – Partido Comunista Brasileiro – declarou apoio ao candidato do Psol, Guilherme Boulos.

Período é de convenções

A partir da sexta-feira (20) até o dia 5 de agosto, os partidos políticos podem realizar convenções para definir as coligações e escolher os candidatos para as Eleições Gerais de 2018. Após deliberação dos filiados da agremiação, os candidatos escolhidos poderão pedir o registro de candidatura à Justiça Eleitoral. Nesse último caso, a legislação eleitoral estabelece o dia 15 de agosto como data-limite.

As convenções partidárias são reuniões de filiados a uma legenda para análise de assuntos de interesse do grupo. A Lei das Eleições (caput do artigo 8º), por sua vez, define os prazos para a escolha dos candidatos e a deliberação das coligações (união de dois ou mais partidos a fim de disputarem eleições) nos anos em que se realizarem os pleitos.

Nestas eleições, serão escolhidos durante as convenções os candidatos aos cargos de presidente e vice-presidente da República, governador e vice-governador, senador e respectivos suplentes, deputado federal e deputado estadual/distrital. Para a realização das convenções de caráter eleitoral, os partidos poderão usar gratuitamente prédios públicos, responsabilizando-se por eventuais danos causados com a realização do evento.

*As informações são da TV Brasil, pela Rádio Nacional e pela Agência Brasil e site do Tribunal Superior Eleitoral.

Deixe seu comentário