NA FERNANDO FERRARI, assim como em diversos outros pontos, buracos crescem à medida que chove

Cidade no buraco. Muitos problemas até receberam atenção da Prefeitura, mas o mau tempo traz tudo de volta

O risco causado pelo buraco é maior em dias de chuva, quando ele fica coberto pela água, na Buarque de Macedo

Várias ruas do Centro de Montenegro estão sendo tomadas por buracos. Em alguns casos, a prefeitura chegou a efetuar reparos, mas com a chuva dos últimos dias o trabalho foi, literalmente, “por água abaixo”. Enquanto as falhas no pavimento aumentam de tamanho, moradores do Centro e dos bairros adotam medidas paliativas para sinalizar os locais e evitar acidentes.

Uma cratera localizada na rua Capitão Cruz, próximo à esquina com a rua Euclídes da Cunha, no bairro Rui Barbosa, é dos casos que mais chama atenção, pelo risco que oferece à comunidade. Conforme um comerciante do local, que preferiu não ter o nome divulgado, a cratera teve início três semanas atrás devido ao rompimento da rede de esgoto.

O cidadão relata que uma equipe da prefeitura esteve na via ara realizar a substituição do encanamento. O trabalho chegou a ser concluído, mas dois ou três dias depois a chuva levou embora o material usado na obra e, com isso, foi aberto um buraco ainda maior. “Se um motoqueiro cai ali, é morte na certa”, teme o comerciante.

Para prevenir acidentes, vizinhos se reuniram e sinalizaram o local com galhos de árvores. Agora, há a expectativa de que com o cessar das últimas chuvas o trabalho seja refeito pelo setor responsável da prefeitura.

Moradora da Coronel Antônio Inácio reclama do material usado para tapar os buracos

CORONEL Antônio Inácio só está sinalizada porque uma equipe da RGE colocou um cone no local

Já no Centro da cidade, Vera Lúcia Lemos, de 57 anos, moradora da rua Coronel Antônio Inácio, convive com um buraco bem em frente à sua casa. Ela conta que recentemente foi feita uma intervenção no local pelo Município, mas não resolveu.

O mau tempo novamente é apontado como vilão. A história se repete: a prefeitura arruma, chove e o buraco reaparece. Para Vera, contudo, a situação poderia ser diferente se fosse utilizado material de melhor qualidade. Segundo ela, a mistura usada no reparo é composta por areia e cimento — material que não possui aderência suficiente diante da água da chuva, diz a moradora.

Vera Lúcia chama a atenção ao fato de que novos buracos começam a surgir ao lado do já existente. Ela conta ainda que a sinalização foi realizada por uma equipe da RGE, que ao ver a situação deixou um cone sobre o buraco para demarcar a área de perigo.

Para desviar do principal buraco da Coronel Antônio Inácio, os veículos acabam correndo outro perigo, isto é, se obrigam a andar na contramão da via.

Na rua Buarque de Macedo o problema é recorrente, afirma comerciante

CRUZAMENTO da São João com Independência também tem problemas

Dois buracos de tamanhos nada modestos requerem atenção de quem circula pela rua Buarque de Macedo, no Centro. O problema está localizado no início da via, próximo à esquina com a rua Osvaldo Aranha.

Assim como em outros pontos da área central e dos bairros, o tapamento dos buracos foi realizado há poucos dias, mas segundo um morador toda vez que chove os buracos abrem novamente.

Uma funcionária de um estabelecimento comercial, que preferiu não identificar-se, revela que trabalhadores da Prefeitura fizeram uma averiguação no local. De acordo com ela, a equipe relatou que para resolver de vez o problema será preciso realizar a substituição dos canos de esgoto da via. Na ocasião, foi prometido que esse trabalho ocorrerá em breve. A jovem espera que não fique só na promessa.

Em outras ruas, o mesmo problema

BELA VISTA: cratera se abriu no meio da rua Ibicuí, bloqueando o trânsito

Não é preciso andar muito para se deparar com buracos nas ruas de Montenegro. Na rua João Pessoa, por exemplo, via onde está localizada a sede do Município, a situação é delicada. Vários trechos da pista apresentam rachaduras que começam a evoluir para buracos maiores.

Em alguns pontos da via, como na esquina com a rua Santos Dumont, o pavimento requer atenção dos condutores. O mesmo ocorre no cruzamento entre as ruas Capitão Cruz e Osvaldo Aranha. Por lá, as fendas no asfalto, que começaram pequenas, crescem a cada dia devido à chuva e ao trânsito.

Moradores da rua São João também relatam problemas e pedem solução, porque a situação se complica no cruzamento com a rua Independência.

No bairro Bela Vista, a rua Ibicuí possui um enorme buraco que precisou ser demarcado com fita refletiva e estacas.

Deixe seu comentário