O domingo foi dia de demonstrar o orgulho em ser gaúcho. Para tanto, peões e prendas de quatro entidades tradicionalistas de Montenegro vestiram suas pilchas para receber em grande estilo a Chama Crioula. O DTG Acácia Negra abriu suas portas para um momento de festa e integração com demais entidades tradicionalistas da cidade.

A chegada da Chama Crioula aos municípios é considerado um dos momentos mais importantes pelos tradicionalistas, que se dedicam a manter viva a tradição. Em Montenegro a cerimônia de recebimento do símbolo gaúcho ocorreu por volta das 19h deste domingo, 8, na sede do DTG Acácia Negra.

Montenegro recebe duas centelhas do fogo Farroupilha. Uma delas permanece no DTG onde, já a outra foi destinada a ocupar seu espaço no Piquete 15 de Novembro, no Parque Centenário. De lá, no dia 13, o fogo segue para a abertura oficial da Semana Farroupilha no CTG Os Lanceiros.

Um grupo composto por 10 cavalarianos, coordenados por João Silveira, capataz campeiro do Acácia, deixou Montenegro no final da tarde de sexta-feira,6, com destino a Triunfo para buscar a Chama. Na manhã do sábado ocorreu o ato de expansão e próximo ao meio dia os cavaleiros retornaram sua jornada com destino a Cidade das Artes. O pernoite foi na própria estrada. No final da tarde de domingo, o grupo recebeu o carinho de quem aguardava ansioso por sua chegada, trazendo a centelha para a realização do 1º Grito Farroupilha.

Invernadas mantém viva a tradição

Antes da chegada da Chama Crioula, o público presente ao evento teve a possibilidade de desfrutar de momentos de verdadeiro encantamento, proporcionados por crianças e jovens das invernadas das entidades tradicionalistas.

Os anfitriões do DTG Acácia Negra abriram os trabalhos mostrando um pouco da história de Montenegro, os pequenos da invernada mirim contaram um pouco da lenda do Gigante de Pedra. E como em toda a apresentação gaúcha que se preze, não faltou a dança do Maçanico. O grupo juvenil também fez bonito para recepcionar os convidados. A preparação das invernadas é de responsabilidade de Guilherme Oliveira, Marília Silva e Solange Lima.

Márcia Reidel, coordenadora das invernadas adulta e mirim, e Leonardo Silva, instrutor da invernada adulta do CTG Estância do Montenegro, juntamente com o patrão Leonildo Vieira de Azevedo prestigiaram o momento. “Esse momento de integração é muito bonito e de grande importância. Sem um momento como esse não há comemoração”, avalia Leonildo.

 

Unidos pelo tradicionalismo

O DTG Acácia Negra abriu suas portas para receber integrantes de entidades como os CTGs Estância do Montenegro, Os Lanceiros e Reminiscências. A iniciativa partiu da comissão organizadora da Semana Farroupilha. Para o patrão do DTG Acácia, Ivan da Silva, esse foi um momento marcante que deve ser repetido. “É ma forma de aproximar o trabalho das entidades tradicionalistas. É importante para as entidades e para o município”, avalia.

A ocasião também marcou a posse da nova gestão de prendas e peões. Eles foram escolhidos em um evento ocorrido no CTG 20 de Setembro, em Triunfo, no mês de agosto. Mas a noite dos gaúchos e gaúchas não terminou por aí. Depois de muitas danças e momentos de emoção, foi servido um carreteiro de “respeito”.

Deixe seu comentário