Apenas consultas agendadas não estão ocorrendo no horário de atendimento ampliado. FOTO: Arquivo/Jornal Ibiá

De terça-feira a sexta-feira atendimento passa a ocorrer das 8h às 20h, sem fechar ao meio-dia

Buscando melhor assistir os munícipes que necessitam de atendimento básico de saúde, o Poder Executivo de São José do Sul promoveu mudanças no horário de funcionamento do Centro de Saúde da sede do município. Agora, de terças-feiras a sextas-feiras o espaço ficará aberto das 8h às 20h, sem fechar ao meio-dia. Nas segundas-feiras, mantém-se o horário antigo: das 8h ao meio-dia e das 13h às 17h. O novo horário passou a vigorar a partir dessa terça-feira, dia 6.

De acordo com a secretária municipal da Saúde, Saneamento e Assistência Social, Silvani Maria Kremer, há o plano de ampliar o horário de atendimento nas segundas-feiras, bem como passar a disponibilizar o agendamento de consultas durante todo o novo horário. Por enquanto, estão sendo atendidos no horário ampliado casos de urgências e emergências, bem como segue em funcionamento o dispensário de medicamentos e a sala de vacinas. Ela salienta que os atendimentos são voltados para a atenção básica em saúde, com casos mais complexos sendo encaminhados para o Hospital Montenegro ou ao Hospital São Salvador. “Damos o primeiro atendimento e, se necessário, depois vai para o hospital referência”, explica.

A secretária destaca que nos postos de saúde do interior – localizados em São José do Maratá, Linha Bonita Alta e Linha Bonita Baixa – seguem com o mesmo horário de atendimento. No entanto, Silvani diz que luta pela contratação de um novo médico para ampliar o atendimento, principalmente em São José do Maratá. Ela ressalta, ainda, que fora do horário de atendimento dos postos de saúde, o Município possui convênios para atendimento no Hospital Montenegro, em Montenegro, e no Hospital São Salvador, em Salvador do Sul, bem como com o Samu.

De acordo com o prefeito Silvio Inácio de Souza Kremer, a mudança no horário de atendimento foi possível com a contratação de um médico e utilização da estrutura de pessoal já existente na secretaria da Saúde. “Ampliamos o atendimento para as pessoas que tinham dificuldade (de serem atendidas no horário antigo). Também buscamos reduzir a demanda de encaminhamento para hospitais”, reforça. Silvio sublinha ainda que a ampliação do horário de atendimento no Centro de Saúde era uma das metas do seu plano de governo.

Para o auxiliar de almoxarifado Fabiano Barbosa Silveira, 34 anos, a mudança no horário de atendimento é algo bastante positivo para a comunidade. “É ótimo, até pelo fato de eu e minha esposa, em qualquer urgência dos nossos filhos, termos aqui o horário estendido”, comenta. Ele recorda de uma ocasião na qual seu filho teve convulsões durante um evento na sede do município e precisou ser levado até Montenegro. “Se estivesse aberto (o Centro de Saúde), eu só precisaria correr pra cá”, aponta.

Deixe seu comentário