Assinatura ocorreu durante evento da retomada dos serviços de convivência e fortalecimento de vínculos, também do Cras Borboletas, no bairro Municipal. Foto: Divulgação Acom prefeitura de Montenegro

Cras. Prefeito Kadu assinou investimento na estrutura no valor de R$ 263 mil

Além da retomada dos serviços de convivência e fortalecimento de vínculos, anunciada na tarde de terça, 6 na Associação Comunitária do bairro Municipal, a data foi importante para o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Borboletas, de Montenegro, por marcar o anúncio de ampliação do local. O Prefeito Kadu Müller assinou o processo que visa a ampliação do prédio do Cras, com investimento de, aproximadamente, R$ 263 mil.

O valor investimento é oriundo do Ministério do Desenvolvimento Social, numa emenda parlamentar do Deputado Federal Henrique Fontana (PT). A utilização, segundo Prefeito Kadu, foi uma batalha, já que a emenda data de 2017 e estava próxima de ser perdida. “Foi feito um trabalho de retenção do recurso para que a gente não o perdesse e conseguisse investir num local melhor”, diz Kadu. A importância do local é destacada pelo chefe do executivo municipal. “Quando conheci melhor o trabalho do Cras tive uma surpresa com tudo o que acontece por lá. É um trabalho muito importante e precisa trazer a comunidade. Há uma deficiência de atenção à essa população, não só em assistência, mas também em atenção, serem ouvidos, ter convivência. E ter um lugar bacana para receber essas pessoas é importante”, completa Kadu.

Sala de atendimento, cozinha e banheiros adaptados, estão entre as áreas contempladas

A futura ampliação da estrutura do Centro de Referência de Assistência Social possibilita maior intensidade na participação dos frequentadores e servidores, refletindo diretamente na qualidade e dos serviços prestados, assim como na ampliação dos mesmos. O projeto já existe e vai agora para os trâmites de licitação, não havendo ainda uma data para início das obras. Sala de atendimento, cozinha e banheiros adaptados, estão entre as áreas contempladas no projeto da nova estrutura.

O Centro de Referência em Assistência Social, localizado na Rua La Salle, 09, bairro Municipal, atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30min, sem fechar ao meio-dia, exceto terça-feira, quando o atendimento começa às 11h. O Cras tem como objetivo buscar as áreas com maiores índices de vulnerabilidade e risco social, disponibilizar à prestação de serviços e programas socioassistenciais de proteção social básica às famílias e indivíduos, e à articulação destes serviços no seu território de abrangência, e uma atuação intersetorial na perspectiva de potencializar a proteção social. São realizados dois programas: Programa de Atendimento Integral à Família – PAIF e Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV.

Atendimentos realizados entre agosto de 2017 a agosto 2019
– Total de famílias em acompanhamento pelo PAIF: 731
– Novas famílias inseridas no acompanhamento do PAIF: 391
– Total de atendimentos individualizados realizados: 1581
– Indivíduos encaminhados para acesso ao Benefício de Prestação Continuada: 168
– Visitas domiciliares realizadas: 314
– Total de auxílios-funerais concedidos/entregues: 54
– Total de cestas básicas concedidas/entregues: 600
– Benefícios eventuais concedidos/entregues (Fotos e Passagens): 621
– Total de participantes em oficinas e acolhidas coletivas: 139
– Realização do Projeto do Trabalho Técnico Social do Arroio São Miguel que contou com a participação de 32 recicladores, os quais sentiram-se motivados com a possibilidade de os mesmos se organizarem para montarem uma cooperativa com o auxílio da prefeitura nas dúvidas que possam surgir desta organização.
– Bolsa Família: atende aproximadamente 1700 famílias em Montenegro, com benefícios em média de R$ 170,00 por família. Dentro do Programa há o acompanhamento dessas famílias e a garantia do acesso à educação através do acompanhamento de frequência escolar e a garantia do desenvolvimento na primeira infância, além de acompanhamento de gestantes. São acompanhadas na educação, cerca de 1650 crianças e adolescentes. E na saúde, aproximadamente 1200 pessoas. Através do Comitê Gestor, o Programa Bolsa Família, em duas escolas do município, EMEF Manoel Jose da Motta e EMEF Ana Beatriz Lemos, oferta turno integral para 60 crianças.

Deixe seu comentário