Acordar cedo para comprar produtos fresquinhos na Casa do Agricultor já se tornou tradição para grande parte dos montenegrinos. Neste sábado, 7, o espaço completou 13 anos de atividade consolidando uma história marcada por muita dedicação e persistência. Para celebrar a data, foi realizada uma manhã especial no local, marcada por muitas homenagens, música, sorteios e, é claro, uma grande variedade de alimentos da terra.

O evento, que contou com a participação de diversas autoridades, marca a importância do espaço para a população de Montenegro, que já tem o lugar como referência quando o assunto é alimentos frescos e saudáveis, como destaca a Chefe da Seção de Abastecimento da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural (SMDR), Maria Cecília Bartzen. “Esses 13 anos representa o esforço e dedicação de pessoas que tem trabalhado para oferecer alimentos de qualidade aos consumidores”, declarou Cecília.

Para o agricultor Norberto Jorge Haas, que produz alimentos orgânicos na linha do hortifruti e citricultura, o espaço faz toda diferença para quem precisa comercializar os produtos. “Quando tínhamos a feirinha na rua era tudo mais complicado, principalmente em dias de chuva”, relembra o agricultor que está na casa desde o início. “Como trabalhamos com sucos, as máquinas são muito pesadas e isso dificultava, dessa forma, ter um canto fixo nos ajuda a organizar melhor os produtos, o que acaba favorecendo também as vendas”, completou.

Para o produtor Norberto Jorge Haas, o espaço faz toda diferença na hora da comercialização

Conforme o coordenador da Emater Montenegro, Everaldo Vinicius da Silva, além de facilitar a comercialização de produtos, a Casa do Agricultor também cumpre com um papel muito importante no que tange o consumo consciente. “Esse é um canal que aproximou os produtores dos consumidores, eliminando a barreira do atravessador, com isso, tanto o produtor mantém o cliente quanto o consumidor pode conhecer a origem daquilo que está consumido”, explicou o coordenador, destacando que o espaço é uma das mostras do trabalho desenvolvido pela extensão rural no município.
Durante a atividade, feirantes e consumidores assistiram a apresentação artística de Gaúcho Riograndense e Grupo. Após, ocorreu o sorteio de três cestas com produtos da casa, e os sortudos foram: Eber Kuhn, Márcia Ribeiro e Marco Seeling.

Produtores buscam inovar

Buscando acompanhar as tendências do mercado, a feirante Ana Cristina de Mello dos Santos oferece produtos fitness

Na busca por inovação, a Casa do Produtor passou a oferecer pães fresquinhos para freguesia há cerca de seis meses. A iniciativa é da feirante Ana Cristina de Mello dos Santos, responsável pela padaria do espaço que conta com opções de diversos produtos derivados do aipim. “Além comercializar produtos para casa, também forneço alimentos para merenda do município e estado através do o PPA [Programa de Aquisição de Alimentos], mas tudo começou por aqui”, salienta a produtora, que irá realizar uma especialização para oferecer produtos na linha fitness.

Deixe seu comentário