IMAGEM ILUSTRATIVA: PIXABAY

Sairá de Montenegro, às 13h dessa quarta-feira, dia 10, uma carreata até Porto Alegre que pede a reabertura do comércio; fechado diante dos protocolos da bandeira preta do Distanciamento Controlado do Estado. Empresários do comércio e de serviços considerados não essenciais irão até o Palácio Piratini demandar a volta da cogestão – que permitia a prática de regras menos rígidas que as bandeiras vigentes – de forma a retomar as atividades, ao menos, parcialmente. A expectativa é de reunir, no mínimo, 300 carros; não só de Montenegro, mas de outras cidades, como Farroupilha, Caxias e Bento Gonçalves que, através de redes sociais, alinharam a manifestação com saída aqui do Município.

“Lá, nós vamos ter um carro de som que vai fazer a manifestação para que ninguém tenha que sair dos seus carros”, explica o comerciante Paulo Schneider. “O carro de som vai parar na frente do Piratini com alto falantes e, ao redor, vão ter os carros do comércio fazendo buzinaço. Nós estamos buscando a flexibilização e o bom senso do governador em deixar o comércio ativo por partes e respeitando todas as exigências.”

Schneider aponta que a situação já está crítica com o fechamento. “A gente entende a situação do vírus, mas eu tenho funcionários meus dizendo que não têm dinheiro para pagar aluguel. Têm alguns em situação de despejo já e que não têm dinheiro para botar comida em casa. Aí complica. Se a gente pudesse trabalhar com um ou dois funcionários, com a venda eu já conseguiria, pelo menos, pagar o salário dos demais ou fazer um rateio para não deixar ninguém sem dinheiro”, coloca.

Pela regra atual, a bandeira preta vai até o dia 21. A carreata dessa quarta sairá do Posto Triângulo, próximo à rótula entre a RSC-287, a BR-470 e a rua Buarque de Macedo. O trajeto será feito pelas BR’s 386 e 448.

Deixe seu comentário