Na manhã deste sábado, 8, a Cufa organizou uma ação especial para as mães. Parte dela foi uma continuidade da atividade realizada com 30 mulheres, sorteadas entre as participantes do projeto Mães da Favela, na semana passada. Cada uma recebeu duas fotos impressas (daquelas feitas no último domingo), além de todas as imagens em formato digital e também um coração, como um mimo representando a grande família Cufa. Ainda nessa manhã ocorreu a entrega das cestas básicas e kits de higiene e limpeza doadas à Cufa Montenegro pela Braskem.

Valda Adriana da Luz, 39 foi uma das mães que fez maquiagem, cabelo, unhas e o ensaio fotográfico no último final de semana. Neste sábado, junto da filha Alexia da Luz de Oliveira, 21 e do netinho Renan, de seis meses, ela recebeu as fotos e o mimo da Cufa. “Eu me senti muito agradecida, bah!”, conta, sobre o dia de princesa para o qual foi uma das sorteadas. “Me senti maravilhosa”. A cesta básica e o kit de higiene, ela revela, também farão muita diferença. “Veio em uma boa hora, porque minha filha agora está morando comigo”.

Alexia não morava mais com a mãe, mas como o marido, que trabalha em circo, ficou sem emprego devido à pandemia, ela veio ficar com a mãe. Renan é o primeiro filho e, apesar dos desafios, a jovem abre um grande sorriso ao falar da experiência. “É um sentimento muito bom, ser mãe. Um pouco difícil às vezes, mas é muito bom”.

Para Andrea da Gama dos Santos, 29, a cesta básica fará uma grande diferença. “Vai ajudar um monte, porque lá em casa somos em seis e só meu esposo trabalha”, relata a mãe de quatro filhos (13, 11, 9 anos e o mais novo com seis meses). Moradora do bairro Senai, ela é só gratidão à Cufa e à Braskem pela doação. “Eu peço que Deus abençoe para que continuem podendo ajudar mais gente”, diz.

O coordenador da Cufa Montenegro, Rogério dos Santos, afirma ser fundamental o apoio de empresas como a Braskem para a continuidade das ações da Central Única das Favelas. “Nas conversas que a gente tem com as mães no Núcleo Maria Maria, a gente pergunta o que elas querem. Nós tínhamos pensado em dar uma flor, mas elas falaram que queriam alimentos”, conta. Segundo ele, as doações da empresa, que chegaram na última quinta-feira, 6, foram muito comemoradas. O público principal atendido pela Cufa são as mães, no intuito de priorizar as famílias. “Nós sempre falamos que não tem carência, e sim potência”, referindo-se ao trabalho de fortalecimento realizado pela entidade.

Daniel Fleischer, relações institucionais da Braskem, afirma que a empresa tem um papel social e de apoio também à cultura dos municípios no seu entorno. Ele revela que, em todo o Rio Grande do Sul foram feitas mais de oito mil doações no mês de maio, volume que deve se repetir em junho. “Estamos entregando 2.250 cestas básicas e 2.250 kits de higiene e limpeza para apoiar as comunidades em vulnerabilidade aqui na região. A Braskem escolheu a Cufa pela sua capilaridade e pela forte aderência às comunidade” diz Fleischer. Além de Montenegro, serão beneficiadas três comunidades do município de Triunfo com os donativos.

Deixe seu comentário