Ter o curso é exigência legal para estabelecimentos que manipulam alimentos. FOTO: PIXABAY

A rodada de cursos gratuitos de capacitação empresarial oferecida pela Prefeitura de Montenegro junto do Sebrae previa movimentar o ano de 2020, mas acabou sendo barrada pela pandemia e as restrições que vieram com ela. Só uma das oito atividades, entre workshops e palestras, marcadas para este ano chegou a acontecer, em março. E a segunda, que ocorreria naquele mês, agora que o funcionamento das mais diversas atividades vem sendo flexibilizado, acaba de ter nova data marcada.

É o curso de Boas Práticas na Manipulação de Alimentos, que vai ocorrer, presencialmente, mas seguindo protocolos de saúde e distanciamento, no Espaço Braskem da Estação da Cultura entre os dias 3 e 6 de novembro. A capacitação ocorrerá em três tardes, das 14h às 18h. “É uma exigência da Vigilância Sanitária Estadual que todos os estabelecimentos que manipulam alimentos tenham esse curso, cujo certificado tem uma validade de dois anos”, explica o técnico regional do Sebrae no Vale do Caí, Leonardo da Conceição. “É uma oportunidade única para as empresas. Temos de 12 a 25 vagas disponíveis.”

As inscrições estão abertas; e o especialista salienta que, num ano em que muitos tiveram a renda prejudicada e optaram por empreender no ramo de alimentação, o curso é oportunidade de estar alinhado com a exigência do órgão fiscalizador. Leonardo aponta que, não fosse o subsídio integral oferecido, uma capacitação do tipo custaria cerca de R$ 400,00. Interessados podem se inscrever junto a Sala do Empreendedor de Montenegro, na rua São João, número 1.313, no Centro da cidade. Mais informações pelos telefones (51) 3632-3040 ou (51) 3649-8298.

Deixe seu comentário