Foto: Divulgação Acom

O prefeito Kadu Müller acaba de sancionar a lei que proíbe os estabelecimentos comerciais instalados no município de fornecerem canudos e copos descartáveis de material plástico a seus clientes. A iniciativa, do vereador Cristiano Braatz (MDB) foi aprovada pela Câmara na sessão desta quinta, com o voto vencido de Erico Velten, do PDT.

De acordo com o texto, só será permitido o uso destes produtos se forem fabricados com materiais biodegradáveis ou comestíveis. As empresas terão de encontrar alternativas em vidros e alumínio, entre outras possibilidades. Segundo o vereador, o objetivo é colaborar com a redução do plástico no meio ambiente. “A substituição dos canudos e copos plásticos é medida extremamente necessária, visto que o material é um dos principais meios de degradação do meio ambiente”, destaca Braatz.

O vereador ressalta que o polipropileno e o poliestireno, materiais dos quais geralmente são feitos os canudos, não são biodegradáveis. “Quando descartados, tendem a ficar no ambiente, gerando o entupimento de acessos de escoamento de águas pluviais e, desintegrando em pedaços menores, acabam engolidos por animais”, alerta. Alguns desses itens demoram, em média, 110 anos para se decompor. Já os biodegradáveis demoram até dois anos e meio.

Deixe seu comentário