Boca Juniors fez a festa após superar o Tok de Bola pelo escore mínimo na decisão da categoria Força Livre

decisão.Equipes do Juventus e da Arrozeira também levantaram taça no campo do América

Emoção, raça e vibração. Esses três elementos estiveram presentes durante todo o domingo no campo do América, em Montenegro. Em um dia de ótimos jogos, a 1ª edição do Campeonato de Integração da Liga Montenegrina de Futebol Sete (LMF7) conheceu seus campeões. O grande vencedor foi o Boca Juniors, que levantou a taça nas categorias Veterano e Força Livre. A mulherada do Juventus fez a festa na Feminina, enquanto o Arrozeira, de Capela de Santana, festejou o título nos Aspirantes.

Poio (ajoelhado) foi para a galera comemorar o gol

A partida mais aguardada do domingo, a finalíssima da Força Livre, foi acirrada do primeiro ao último lance. Após empate em 3 a 3 no primeiro jogo, Boca Juniors e Tok de Bola foram em busca do gol desde o apito inicial dos árbitros. Com apenas 15 segundos de jogo, o Boca quase abriu o placar. O atacante William Machado tabelou com Ericles Ferreira, o Poio, e chutou forte. A bola explodiu no travessão.

Aos quatro minutos, Poio cobrou falta rasante e o goleiro Samir salvou o Tok de Bola com os pés. Três minutos mais tarde, Poio teve nova oportunidade em cobrança de falta. O atleta do Boca Juniors chutou forte, a bola desviou no meio do caminho e foi para o fundo do gol: 1 a 0.
Com um time extremamente veloz, o Boca aproveitava os espaços e apostava nos contra-ataques. Aos 11 minutos, o Tok de Bola cometeu sua quarta falta próximo à área e a arbitragem aplicou o primeiro cartão amarelo da decisão. O técnico da equipe, Alexandre Kerber, pediu tempo para organizar o time. Aos 18, o Tok estourou o limite de faltas e, após três minutos, o Boca Juniors teve um tiro livre para cobrar. Um dos protagonistas do duelo, Poio finalizou, mas Samir defendeu.

Duelo entre Boca Juniors e Tok de Bola foi acirrado do início ao fim

Na sequência do lance, nova falta cometida pelo Tok e mais um tiro livre a favor do Boca. Poio tentou cavar, mas Samir se agigantou e fez nova defesa. Aos 23 minutos, quem cometeu falta no campo de ataque foi o próprio Poio. Como o Boca também havia estourado o limite de infrações, o meia Edilson foi para o tiro livre. O atleta do Tok finalizou, o goleiro Cleber defendeu. No rebote, mesmo sem goleiro, Edilson mandou para fora, no último lance da primeira etapa.

A primeira grande chance do segundo tempo foi do Tok de Bola. Após cobrança de escanteio, o goleiro Cleber fez duas boas defesas para salvar o Boca. Aos sete, Douglas Borges cometeu falta em Alisson da Silva e recebeu amarelo. Os jogadores do Tok não concordaram com a marcação e discutiram com a arbitragem. No meio da confusão, Douglas foi expulso, assim como Jadson Ferreira, também do Tok de Bola. O técnico Alexandre Kerber precisou intervir para acalmar seus atletas.

Mesmo em vantagem numérica, o Boca Juniors não conseguiu ampliar a vantagem. Na parte final do jogo, Poio teve mais duas oportunidades em tiros livres, mas desperdiçou ambas. O Tok esboçou uma pressão nos últimos minutos para tentar furar o bloqueio adversário, sem sucesso. O Boca Juniors venceu por 1 a 0 e comemorou o título da primeira edição da competição organizada pela LMF7.

Representante de Capela, Arrozeira conquistou o título nos Aspirantes

Juventus e Arrozeira também festajam
O domingo terminou com o título do Boca Juniors na categoria Força Livre, mas o Boca já havia sido campeão pela manhã, na primeira decisão do dia, pela categoria Veterano. O jogo de ida entre Boca Juniors e Arrozeira/Tricolor já foi marcado por muito equilíbrio (empate em 2 a 2). Na volta, os dois times fizeram um duelo acirrado do início ao fim. O Boca levou a melhor e levantou a taça ao vencer por 2 a 1.

Na final feminina, o Tok de Bola venceu o Juventus por 1 a 0 no tempo normal e igualou o placar agregado. Com isso, o título foi decidido nos pênaltis. Na marca da cal, a mulherada do Juventus foi mais eficiente, venceu pelo placar de 4 a 3 e fez a festa no campo do América. Nos Aspirantes, o Arrozeira, de Capela de Santana, que havia vencido o Juventus no primeiro jogo por 2 a 0, garantiu o título no último domingo com um eletrizante empate em 3 a 3.

Deixe seu comentário