Na tarde desta quinta-feira, 6, por volta das 17h, um caminhão de lenhas da Madeiras Calsing, ficou preso em um buraco na rua 15 de novembro, no bairro Ferroviário. No local havia sido realizado um conserto de vazamento há 8 dias pela Corsan, e segundo moradores, na manhã de hoje a sinalização havia sido retirada.

Como o buraco estava tapado por terra, o motorista Leonardo não imaginava que havia a possibilidade do veículo ficar preso. De acordo com ele, havia dias que não passava pela rua por saber da manutenção, porém quando passou hoje e viu que a obra já havia finalizado acabou caindo com uma das rodas no local.

Com as madeiras quase caindo em uma casa ao lado, o motorista e moradores entraram em contato com a Prefeitura Municipal, que informou a Corsan sobre o problema. “O local estava com material, provavelmente o caminhão estava com muito peso e a roda afundou o material”, diz a gestora da Unidade de Saneamento de Montenegro, Silvani Scheid.

O funcionário da Madeiras Calsing descorda. “Estamos acostumados a andar com essa carga, não foi nossa culpa”, diz Leonardo. Segundo a Corsan, um funcionário que está de sobreaviso já se encaminhou ao local e será disponibilizada uma retroescavadeira.

Deixe seu comentário