A instalação do processo depende do aval de sete, dos dez vereadores

O plenário da Câmara de Vereadores de Montenegro está cheio na noite desta quinta-feira, 30. O Legislativo municipal votará a respeito da entrada de um requerimento pedindo a cassação do mandato do prefeito Kadu Müller. Nas cadeiras, muitos apoiadores do prefeito, a maioria do Progressistas, partido do chefe do Executivo local, além de moradores do interior cobrando a promessa feita na abertura da safra.

O requerimento foi protocolado pelo comerciário Rodrigo Corrêa, ex-candidato a deputado federal pelo PCdoB em 2018. Ele denuncia supostas irregularidades em pagamento feito pela Administração Municipal à Unimed Vale do Caí, responsável pelo plano de saúde dos servidores públicos. A instalação do processo depende do aval de sete, dos dez vereadores. Em caso de aprovação, será formada uma comissão processante para conduzir as ações, com prazo de até 90 dias para apresentação de um relatório final condenando ou absolvendo o chefe do Executivo.

Deixe seu comentário