Com a publicação no Diário Oficial da União da autorização do governo para o aumento do limite dos saques do FGTS – de R$ 500,00 para R$ 998,00 – muitos trabalhadores já foram atrás do dinheiro extra para equilibrar as contas de final de ano. Mas não será de imediato que a diferença do valor estará disponível.

O brasileiro vai ter que esperar mais um pouco. Com a grande procura, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, veio a público para informar que o dinheiro só poderá ser sacado a partir do dia 20 de dezembro.

Poderão sacar o valor ampliado os trabalhadores que tinham saldo de até um salário mínimo em seu Fundo no dia 24 de julho de 2019. Os que, nesta data, tinham mais que R$ 998,00 seguem com o limite de saque de R$ 500,00. A regra vale para cada conta no CPF do cidadão; e não para o somatório delas.

Quem está apto a receber o novo valor aprovado e já sacou os R$ 500,00 pode buscar o restante (R$ 498,00) a partir do dia 20 e até o dia 31 de março de 2020. Após, o montante retorna para a conta do Fundo de Garantia.

Deixe seu comentário