Seca gera prejuízos no setor agrícola. Foto: Prefeitura de Brochier

O prefeito de Brochier, Clauro Josir de Carvalho, assinou na manhã desta sexta-feira, dia 3, um decreto de estado de emergência em razão do longo período de estiagem no Município. A decisão teve como base laudos técnicos recebidos pela Defesa Civil do Município que foram emitidos por diversos setores da sociedade civil e da própria Administração Municipal.

Estiagem também afeta a produção dos piscicultores e causa morte de peixes. Foto: Prefeitura de Brochier

Em nota, a Prefeitura informou que os registros de prejuízos são significativos, afetando especialmente a produção agrícola, com impactos também na produção leiteira e pecuária de corte devido à perda na qualidade das pastagens, além do abastecimento de água para o consumo humano. A manifestação do Executivo salientou, ainda, que medidas de contenção do consumo devem ser tomadas nos próximos dias, caso a estiagem continue. Não é descartada descartando a possibilidade de racionamento programado.

Declarado o estado de emergência, o Executivo passa a reunir a documentação necessária para a comprovação das consequências da estiagem para enviar ao Governo do Estado e ao ministério da Integração Nacional, através da Defesa Civil, e aguarda homologação do reconhecimento do estado de emergência. A Prefeitura reforçou, ainda, que é fundamental a conscientização de toda a população para que se economize o máximo de água possível para não agravar ainda mais a situação.

Deixe seu comentário