Com o objetivo de orientar a população a intensificar os cuidados consigo e com o próximo, a Brigada Militar apresenta um conjunto de medidas de segurança, que poderão prevenir e minimizar o grau de vulnerabilidade das pessoas. A adoção de cuidados gera proteção individual, de familiares e patrimonial.

A lista de dicas começa com algo que todos deveriam ter em mente: em caso de assalto, não reaja. Acredite que a arma do bandido é verdadeira e está carregada.

Evite fazer gestos bruscos, que possam ser confundidos como reação de sua parte. A Brigada Militar possui unidades especializadas em gerenciamento de crises e resgate de reféns, por isso, confie e tenha calma. Tenha consciência de que há possibilidade de existir outra pessoa dando cobertura ao crime.

Assim que os bandidos deixarem o local, avise a Brigada Militar pelo 190 o mais rápido possível, transmitindo o ocorrido e as características do(s) assaltante(s).

Em caso de roubo de veículo, memorize as características e as placas de seu veículo, isto é fundamental para recuperação do mesmo. Procure ter anotado em lugar seguro o número de série de seus bens.

Quando chegar ou sair de casa, fique atento, pois essas são as ocasiões mais propícias para roubos e sequestros.
Se desconfiar, aguarde, dê uma volta no quarteirão e chame a Brigada Militar 190. Ao se deparar com sua residência arrombada, não entre, ligue para a Brigada Militar, pelo telefone de emergência 190 e aguarde a chegada de uma viatura policial.

Aguarde o total fechamento de portões de comando eletrônico. Não aceite a entrada de técnicos não solicitados; ao receber prestadores de serviço, peça a identificação.Se perder as chaves, troque os segredos das fechaduras.

Oriente familiares e funcionários para que não comentem com estranhos sobre os bens que a família possui e sobre os hábitos dos integrantes.

Na via pública

Não conte dinheiro em público. Separe pequenas quantias em dinheiro para pagar despesas pequenas como passagens, café, cigarros.

Ao notar que está sendo seguido por elemento suspeito, aja com naturalidade, entre em qualquer lugar público e ligue para o 190. Evite que os idosos andem desacompanhados por locais de comércio muito movimentado ou ruas desertas.
Ainda, alerte-os para a existência de pessoas muito solícitas, falantes ou que ofereçam alguma vantagem.

Não ande com todos os seus documentos ou todos os cartões de crédito. Ao sair sozinho, procure sempre ficar no centro da calçada e na direção contrária ao trânsito. Fica mais fácil perceber a aproximação de um veículo ou indivíduo suspeito.

Não peça orientação a estranhos, procure postos da Brigada Militar ou estabelecimentos comerciais.

No dia do pagamento, não comente sobre seu salário com pessoas de pouco convívio. Evite conversar com desconhecidos dentro ou fora do banco. Observe se há alguém lhe seguindo.Se precisar transportar muito dinheiro, não ande sozinho, chame um parentes, amigo ou segurança.

Em bancos e caixas eletrônicos, não forneça a senha ou cartão magnético para estranhos. Não revele sua senha para terceiros. Não guarde seu cartão e senhas juntos. Ao digitar a senha, coloque o corpo próximo ao teclado, impedindo que estranhos visualizem a operação.

Cuidados com esbarrões que façam seu cartão cair, certifique-se que o devolvido realmente é o seu. Em caso de dificuldades, comunique-se com funcionários do banco, não aceite ajuda de pessoas estranhas.

Durante as compras, procure atendimento e auxilio de funcionários devidamente identificados. Quando acompanhado por crianças, conduza-as sempre pela mão.
Oriente-as para que, caso se percam ou estejam em perigo, procurem  um policial militar.

 

Deixe seu comentário