O que era para ser uma “live” com som acústico e poucas pessoas no ambiente se transformou em uma aglomeração de pessoas em um pub na rua Buarque de Macedo, no último sábado, 23. Após denúncias, a Brigada Militar junto com a Guarda Municipal e a Diretoria de Fiscalização de Montenegro constatou no local ações em descumprimento com o permitido.

O estabelecimento estava com uma lotação superior ao máximo permitido, dentre outras irregularidades; e segundo a Fiscalização da Prefeitura denúncias já tinham ocorrido anteriormente. “Houve denúncia em relação às atividades ocorridas, contudo, ainda na sexta-feira (22) antes da data do ocorrido, e de forma antecipada, a Diretoria de Fiscalização contatou o estabelecimento e orientou-o sobre as condutas permitidas em concordância com seu alvará”, informa a Diretoria.

Mesmo assim atitudes irregulares ocorreram, e no momento da ação a polícia lavrou Termo Circunstanciado (TC) ao responsável pela festa. Ele terá de prestar esclarecimentos sobre ter infringido o artigo 268 do Código Civil, que trata da perturbação ao sossego alheio, e por ter descumprido o limite máximo de pessoas no recinto. Ninguém foi preso, porém algumas pessoas foram identificadas formalmente.

Há um mês um caso parecido ocorreu no município. Após denúncias de vizinhos, a polícia se encaminhou a casa de um morador da rua Getúlio Vargas, próximo ao Choppão Haus. No local havia uma extensa fila de veículos estacionados. Dentro da casa foi constatado que havia mais de 20 pessoas aglomeradas, e na ocasião também foi lavrado Termo Circunstanciado (TC) ao responsável pela festa.

Deixe seu comentário