IMAGEM ILUSTRATIVA: DETRAN/PA

A BR-386, que passa por Montenegro, deve voltar a ter equipamentos de controle de velocidade ainda neste mês. Desde o início de 2019, quando terminou o contrato do Dnit com a empresa responsável por manter o serviço, não há aparelhos controladores na rodovia. Primeiro, porque iniciou a concessão à iniciativa privada, com a CCR Via Sul, e então porque houve mudança na legislação, alterando especificações técnicas que fizeram com que o prazo de instalação do contrato com a concessionária fosse prorrogado.  Agora, a CCR já está com as instalações feitas, mas é necessário o serviço de aferição dos pardais e lombadas, que deve ocorrer nas próximas semanas. Feito isso, a Polícia Rodoviária Federal já terá acesso ao sistema para processar a imagem dos veículos que abusarem da velocidade e fazer autuações.

Em Montenegro, na 386, serão dois pardais: um no quilômetro 405 e outro no quilômetro 415. Mais adiante, já em Triunfo, na localidade de Coxilha Velha, haverá uma lombada no quilômetro 388. Em direção a Porto Alegre, voltará a operar a lombada no trevo de acesso à cidade de Nova Santa Rita, no quilômetro 434; e também um pardal no quilômetro 443, já em Canoas, próximo ao acesso à rodovia do Parque.  Em toda a extensão da BR-386 sob a responsabilidade da CCR Via Sul, são nove controladores de velocidade, contando com os de Soledade, Fontoura Xavier, Pouso Novo e Fazenda Vila Nova.

Parte do mesmo contrato de concessão, a Rodovia do Parque terá um pardal no quilômetro 4, trecho entre Esteio e Sapucaia do Sul. Já a Freeway terá cinco equipamentos: em Osório, Santo Antônio da Patrulha, Cachoeirinha e Porto Alegre (dois deles).

Deixe seu comentário