Foto: Reprodução

A Brigada Militar já providenciou o pedido de internação compulsória do homem acusado de cometer ataques a pessoas em Montenegro. Ele possui, inclusive, passagem por estupro. Assim, o rapaz será recolhido a uma instituição para tratamento. A reportagem do Ibiá confirmou a informação de o suspeito ser o mesmo que aparece em foto espalhada em grupos de WhatsApp. O primeiro nome dele é Silvano.

O caso mais recente ocorreu no domingo, 24, quando o homem agrediu uma mulher com um soco na cabeça. O autor mede 1,65m, vestia uma jaqueta vermelha de couro rasgada e tinha os cabelos bagunçados. Estava bastante sujo e agitado, segundo a vítima. “Eu reagi, fui para a cima dele e ele saiu gritando descontrolado”, diz a mulher, em áudio enviado pelo WhatsApp.

A Brigada Militar lembra a importância de as vítimas de casos como esse procurarem a Polícia Civil para fazer a ocorrência.  Isso permite o início da investigação e também pode servir como embasamento para o pedido de prisão ou, ao menos, de internação compulsória.

Deixe seu comentário