FOTO: Arquivo/Jornal Ibiá

As aulas presenciais que estavam marcadas para retornar nesta segunda-feira, 21, em Brochier, Maratá e São José do Sul estão temporariamente suspensas. A medida segue o protocolo do governo do Estado para regiões Covid classificadas como bandeira preta. Na noite de ontem, 19, a Região 08 – do qual os municípios fazem parte – recebeu a bandeira de risco altíssimo para a Covid-19 no mapa preliminar do modelo de Distanciamento Controlado.

De acordo com a nova regra do Estado, as cidades que estão na bandeira preta só podem ter aulas remotamente. A exceção ocorre somente para quem está concluindo cursos, por atendimento individualizado e sob agendamento.

Com a sua estrutura prepara para receber os alunos, Brochier já anunciou a suspensão por tempo indeterminado das aulas presenciais. “Segunda o nosso tão sonhado retorno não acontecerá, mas a prioridade é a preservação das vidas”, diz a secretária de Educação, Cultura, Desporto e Turismo de Brochier, Claudine Haupenthal.

Segundo ela, no momento ainda não se sabe quais serão os próximos passos, mas a decisão será tomada em conjunto. Está marcada para segunda-feira, uma reunião entre a Secretaria de Educação, Conselho Municipal de Educação e Direções de Escolas para montar a estratégia a ser seguida.

Em Maratá a situação não é diferente. A prefeita Gisele Schneider declara ser um momento preocupante e pede pela colaboração e consciência da população para seguir com os cuidados. “Estamos com tudo muito organizado para iniciarmos as aulas na segunda, e agora com esta notícia. Acredito que não será permitido o retorno”, declara.

Em reunião na tarde desse sábado, o Centro de Operação de Emergência em Saúde para a Educação – COE Municipal definiu que as aulas presenciais ficarão remarcadas, inicialmente, para retornarem a partir de 1º de março. Nesta segunda-feira, 22, as aulas iniciam de forma remota, conforme vinha ocorrendo no ano passado. A Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Maratá e as escolas vão organizar a forma como as atividades serão repassadas aos alunos.

Em São José do Sul, a prefeita Juliane Bender, declarou que o Executivo ainda está aguardando uma oficialização do governo do Estado. “Na segunda-feira, às 14h teremos uma reunião com os prefeitos da AMVARC”, diz. Em relação às aulas, o secretário de Educação, José Paulinho Brand, anunciou na tarde deste sábado que o retorno ocorre nesta segunda-feira, 22, de forma remota. As aulas presenciais estão temporariamente suspensas no município.

Já em Pareci Novo, o prefeito Paulo Alexandre Barth informou que ainda não há uma definição, pois é aguardado o decreto do governador, mas a tendência é que as atividades continuem apenas de forma remota. “Nós estamos conversando com os outros municípios para tentar reverter para a [bandeira] vermelha”, disse ainda. Barth confirmou, no entanto, que caso permaneça em bandeira preta, todas as aulas, que já haviam iniciado na cidade, serão suspensas.

Deixe seu comentário