Associados destinaram parte dos resultados ao Fundo Social, que neste ano será direcionado para a saúde em função da pandemia. Foto: Reprodução internet

Em virtude da pandemia, a Sicredi Ouro Branco realizou, neste ano, sua assembleia geral de forma digital. Os coordenadores de núcleos, conselheiros e diretores se conectaram através de computadores e participaram da reunião de suas casas ou de seus locais de trabalho. A cooperativa conta com mais de 64 mil associados e apresentou um desenvolvimento sustentável em 2019, crescendo em todos os indicadores, encerrando o exercício com R$2,30 bilhões de recursos administrados, o que representa um crescimento de 20% em relação ao ano anterior.
“Os números reafirmam a nossa força na região e contribuem para o desenvolvimento social e econômico dos locais onde atuamos. Os recursos que circulam no Sicredi são revertidos em desenvolvimento para a região, oportunizando a geração de renda e movimentando a economia. Esse ciclo virtuoso demonstra que o cooperativismo de crédito é um modelo de organização econômica da sociedade muito eficiente e está em plena expansão”, ressalta Neori Ernani Abel, presidente da Sicredi Ouro Branco.
Os associados receberam no último dia 4, R$ 8,13 milhões, fruto de parte do resultado realizado no ano de 2019. Ainda, além desta distribuição na conta, os associados destinaram parte do resultado para o Fundo Social, que neste ano, excepcionalmente, será direcionado para a saúde. São R$ 600 mil beneficiando os hospitais da área de atuação da Cooperativa, para serem utilizados no combate ao coronavírus.

Deixe seu comentário