Pátio agora conta com espaços para badminton, vôlei, futebol, basquete e espirobol

Nova quadra de esportes. Evento contou com ajuda de voluntários e apoiadores, dando cara nova ao espaço

Na manhã desta quarta-feira, 20, na volta às aulas, o Colégio Estadual Ivo Bühler – CIEP inaugurou a revitalização do pátio da escola, feita em parceria com a startup montenegrina Dobra. A quadra foi pintada e as paredes receberam decoração especial. A escola também ganhou materiais esportivos e contou com a presença dos mascotes de Grêmio e Internacional, além das taças mais recentes da equipe gremista.

A reforma se dá após a realização da iniciativa “Mãos à Dobra”, que teve início em agosto de 2018. O “Mãos à Dobra” é fruto de um projeto maior e anterior, o “Dobra +1”. Através dele, cada produto vendido pela empresa tem um real revertido a um fundo social gerido pela companhia. Na iniciativa “Mão à Dobra”, feito em parceria com o CIEP, os alunos criaram desenhos para novas estampas exclusivas para carteiras Dobra, onde, por votação da comunidade, foram escolhidas as oito melhores ilustrações que estampam agora as peças da startup. Todo o lucro gerado pelo projeto foi voltado à revitalização do pátio da escola.

Alunos se reuniram no pátio por volta das 9h30min e puderam conferir as novidades deste ano letivo

Augusto Massena, co-fundador da Dobra, explica que a ideia de revitalizar o pátio foi dos próprios alunos. “Nós perguntamos no começo do projeto o que eles queriam que fosse melhorado e eles escolheram o pátio. Aí, através do lucro do “Mãos à Dobra”, compramos as tintas, botamos a mão na massa na semana passada e pintamos tudo”, relata. Mas a empresa não irá parar por aí. “Pretendemos dar continuidade a essas ações sociais, talvez com projetos diferentes mas o “Dobra +1” continua”, completa.

Para o diretor do CIEP, Renato Antônio Kranz, a escola só tem a agradecer à empresa. “Gratidão pelo envolvimento da gurizada, pela forma que se envolveram e engajaram nossos alunos. Sentimos que com esse projeto, o aluno vai sentir que a escola é dele, e a partir do pertencimento, vai valorizar mais o espaço físico que ele tem”, elucida. Ele também crê que um espaço mais revitalizado possa ajudar a desenvolver os alunos como cidadãos. “É isso que queremos. A Dobra foi muito feliz nesse ponto, conseguiu captar o que nossos estudantes sentiam e transformaram em algo visível”, agradece.

Além da participação da Dobra, o evento contou com a presença de empresas parceiras, que participaram voluntariamente da ação. “A galera que temos mais convivência, amizades, começaram a se interessar em participar, viram que era uma causa bacana, se engajaram com o propósito do evento como um todo e começaram a se plugar. Por exemplo, temos doação de docinhos, kits de higiene bucal, material esportivo. Tudo vai ficar aqui pra escola”, conta Eduardo Seelig Hommerding, co-fundador da Dobra.

Desenhos nas paredes foram realizados pelo Projeto VHR, de Porto Alegre

Além da Smile Flame, que foi parceira no projeto desde o começo e do Projeto VHR, que fez os desenhos, foram parceiros no projeto: CIEP, Santa Combinação, Gi Heinz Dentista, Irmãos Nedel, Arquiteta Daniela Reschke, DMF Esportes, Poker, LF de Oliveira, Soma Auto Posto, Grêmio FBPA, SC Internacional, Backes madeiras, Projeto VHR (fez os desenhos), Easy Life, Nonnemacher, Brigada Militar e Guarda Municipal, Goetz Pallets e muitos voluntários.

Deixe seu comentário