FOTO: ARQUIVO/JORNAL IBIÁ

Jornalista e editor de Política vai se dedicar a novos projetos e planeja escrever um livro

Funcionário do Ibiá desde 24 de setembro de 1990, o jornalista Márcio Reinheimer está se desligando do jornal. A decisão levou em conta o encaminhamento de seu pedido de aposentadoria e atende também a um interesse pessoal por novos desafios.

Filho de um casal de agricultores de Campo do Meio, Reinheimer ingressou no Ibiá quando estava concluindo o curso de auxiliar de Contabilidade na Escola Técnica São João Batista. O primeiro contato com o Jornalismo não foi planejado, mas bastaram alguns meses na rotina da redação para despertar uma paixão que já dura três décadas. “No começo, trabalhei na área esportiva, mas depois passei por praticamente todas as editorias, da Polícia à Saúde”, recorda o profissional, que encontrou na cobertura política um grande prazer.

Formado em Jornalismo pela Unisinos, Márcio foi editor chefe do Ibiá entre 1997 e 2011, ininterruptamente, e, depois disso, alternadamente, por mais cinco anos. Em 2005, passou a escrever a coluna Cenário Político, espaço semanal de uma página mesclando informação e opinião, abordando os bastidores do poder, levando à comunidade informações a que normalmente não tem acesso. Desde 2018, assina também uma coluna aos finais de semana sobre temas variados, em textos um pouco mais densos.

Segundo o profissional, a decisão de deixar o Ibiá não foi fácil. “A gente acaba se acostumando a uma atividade e, de repente, percebe que deseja fazer outras coisas”, define. “Eu devo tudo que tenho e o que sou ao Ibiá, à Mara, à Lica, aos meus colegas. Durante todos estes anos, dei o melhor de mim à empresa e ao Jornalismo e esta relação, sempre pautada pela confiança mútua, me deixa com a sensação do dever cumprido”, ressalta.

Sobre o futuro, Reinheimer explica que possui alguns projetos em vista. Um deles é a produção de um livro, com algumas de suas memórias e crônicas sobre o dia a dia. “Quero agradecer a cada um dos leitores que me brindou com a sua atenção e sua confiança nesses anos todos”, conclui.

GRANDE PROFISSIONAL

A direção da empresa lamenta a perda do profissional, mas reconhece que, em todas as atividades, existem ciclos com início, meio e fim. “O Márcio praticamente começou com a gente e nos ajudou a construir, matéria por matéria, a história e a credibilidade do Jornal Ibiá”, atesta a diretora Maria Luiza Szulczewski.

“Depois da eleição, Márcio saiu de férias e agora está formalmente desligado do nosso grupo. Só temos a agradecer pelos seus 30 anos de Ibiá, tempo em que trabalhou com empenho e dedicação. Além de um profissional de excelência sempre foi um grande parceiro e amigo”, destaca Mara Rúbia Flores, também diretora do jornal.
Maria Luiza, a Lica, diz que “vamos sentir muito a falta do Márcio, mas, por outro lado, torcemos para que ele tenha sucesso nos novos desafios que vai enfrentar.”

Deixe seu comentário