PREFEITURA não deu motivos para a máquina da marca Case não ter sido arrematada no primeiro leilão.

Caixa. Prefeitura abriu processo para vender bens que não pode mais usar

Nesta sexta-feira, dia 15, acontecerá a etapa presencial do leilão público de bens inúteis da Prefeitura de Montenegro. O pregão ocorrerá na Estação da Cultura, a partir das 10h. Mas os lances livres através da modalidade online já iniciaram na segunda-feira, pelo site www.leiloesgauchos.com.br. Qualquer pessoa física ou jurídica pode participar, com exceção dos servidores do município e os funcionários do Leiloeiro Oficial contratado.

Os bens leiloados – eletroeletrônicos, sucatas de ferros, móveis, pneus e veículos – estão expostos para visitação pública no Parque Centenário e na Secretaria Municipal de Viação e Serviços Urbanos, localizada na rua Campos Neto, bairro Senai. As visitas precisam ser agendadas pelo telefone (51) 3649-8246. A chefa do Setor de Patrimônio, Carline Porn, confirma que, com exceção do lote 09, todos os bens constantes do Edital serão leiloados pela primeira vez.

O lote 09 é uma escavadeira Case de esteira cujo lance mínimo é R$ 42.160,00. Esse mesmo veículo já havia sido levado a leilão em 2016, então com lance mínimo inicial de R$ 100.000,00. Os demais veículos pesados e leves, que inclui caminhões caçambas e um micro-ônibus, não teriam sido inclusos no processo há de três anos. Carline explica que as avaliações dos bens foram realizadas levando em conta diversos fatores, tais como tabela Fipe, valores de referências pesquisados na Internet e estado de conservação.

A Prefeitura argumenta que vem desenvolvendo diferentes ferramentas que buscam gerar recursos visando o investimento em melhorias à comunidade. Entre essas, o leilão de bens inservíveis é uma ferramenta; e o Setor de Patrimônio espera arrecadar é de R$ 303.975,00 com o processo desta sexta-feira.

Deixe seu comentário