Estudantes emocionaram quando cantaram e conversaram com os idosos

Brochier encerrou nesta sexta-feira, dia 12, sua 1ª Semana de Educação Fiscal. A responsabilidade com o gerenciamento das finanças particulares e com a postura de cliente consciente é disciplina transversal na rede pública de ensino da cidade. Em cada um dos cinco dias, um dos educandários realizou atividades com seus alunos, cabendo à Escola Municipal de Ensino Fundamental Professor Jorge Felipe Allebrandt, da Batinga Sul, fechar a programação.

A direção definiu algo diferente, e levou seus 16 alunos para visitar o asilo Lar São João. O diretor Érsio Jung explicou que a ideia é contribuir na formação cidadã das crianças ao conhecerem uma das muitas ações sociais que são beneficiadas quando se compra no comércio legal e exige a nota fiscal. E o professor Eber Jung completou que a melhor forma era conhecendo um asilo, o dia a dia dos idosos e a forma como os funcionários trabalham.

Eles souberam que no Lar São João há vovôs de diversas cidades, inclusive de outras regiões, e alguns têm mais de 90 anos. Perceberam as necessidades especiais, a atenção que os cuidadores precisam dispensar individualmente; e inclusive, alguns deles, reencontraram familiares que hoje vivem no asilo. Os estudantes também doaram alimentos arrecadados, levaram cartões e abraços, e fizeram uma apresentação musical do coral.

Os funcionários do Lar agradeceram e, emocionados, tentaram ilustram o quanto o gesto dos jovens beneficiará os velinhos. Uma delas marejou os olhos ao lembrar que muitos dos moradores são carentes de um abraço, um carinho ou um simples bate-papo, sendo que certamente viram nos alunos visitantes a imagem de um neto querido. “Nem todos os avôs são ainda como aqueles que alguns conhecem, que estão lá trabalhando, capinando!”, salientou o professor.

Deixe seu comentário