Prefeito afastado aguardou no lado de fora do Legislativo até ter a garantia de que não seria preso se entrasse na casa

A Câmara de Vereadores recebeu há pouco um certidão da 4ª Câmara do Tribunal de Justiça informando que o prefeito afastado Luiz Américo Alves Aldana pode acompanhar o depoimento de José Valmir D’Ávila no processo de seu impeachment. D’Ávila, que foi preso no início do mês na segunda fase da Operação Ibiaçá, foi arrolado como testemunha de defesa de Aldana no processo instaurado na Câmara de Vereadores. Os dois são investigados pelo Ministério Público Estadual por fraudes em licitações.

Ainda no começo da sessão de hoje, o advogado do prefeito, Vanir de Mattos, pediu a suspensão dos trabalhos até que se tivesse a certeza se Aldana poderia ou não acompanhar o depoimento de D’Ávila. Com a decisão, a será retomado a sessão de depoimento de D’Ávila.

Deixe seu comentário