Na tarde dessa sexta-feira (25), o prefeito de Montenegro, Luiz Américo Alves Aldana deporia à comissão que analisa o processo de impeachment contra ele. A oitiva foi frustrada devido ao não comparecimento do prefeito afastado. Foi a segunda vez, essa semana, que Aldana faltou à reunião. O advogado de defesa, Vanir de Mattos, também não compareceu.

Aldana também não deu nenhuma justificativa formal para ter faltado à sessão. Os trabalhos foram suspensos por 20 minutos e, em seguida, a OAB Montenegro designou Isaac Matos da Silva como advogado de defesa do prefeito, para que fosse possível dar sequência ao processo.

A partir de agora, Aldana não terá mais oportunidade de depor em seu favor no processo que pede a cassação do seu mandato.

O prazo final para a conclusão dos trabalhos é o dia 15 de setembro. Até essa data, deverá constar nos autos do processo: alegações finais escritas do assistente de acusação e da defesa, assim como o parecer final da Comissão Processante.

Deixe seu comentário