FOTO: REPRODUÇÃO

A Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do RS (Agergs) aprovou o adiamento do reajuste anual das tarifas de água, esgotos e demais serviços da Corsan para 1° de outubro. O índice será de 5,93%.

Essa correção ocorre todo ano, normalmente até 31 de maio. Foi adiada pelos 90 dias, segundo a Agência, para minimizar os impactos da crise gerada pela pandemia do novo coronavírus.

A atualização anual leva em conta os reajustes dos custos do abastecimento. Dentre eles, os de pessoal, materiais e energia elétrica consumida.

Originalmente, estudo da Corsan enviado para aprovação previa um reajuste de 4,45%, se aplicado em prazo normal.  Na tabela de cálculo, trazia variações, como 3,31% nos salários; 7,01% nos preços dos materiais de tratamento; e, abrindo as diferentes distribuidoras de energia elétrica dos municípios atendidos, 8,63% só no valor cobrado pela RGE (que atende Montenegro).

Ao sugerir o estudo do adiamento do reajuste, porém, a estatal já previa o índice maior, dos 5,93%.  Seria o percentual que deixará de ser aplicado entre julho e setembro, redistribuído pelos nove meses seguintes; até maio do ano que vem, onde se dará o novo reajuste anual.

Deixe seu comentário