Nenhum dos pontos impróprios para banho está localizado no Litoral. Foto: Divulgação/Fepam

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) divulgou sexta-feira, dia 15, o décimo relatório de balneabilidade das praias gaúchas deste verão. Conforme o levantamento, subiu para 19 o número de pontos impróprios para banho no Rio Grande do Sul. Na semana passada 14 pontos estavam inadequados. Nenhum dos pontos impróprios está localizado no Litoral.

Neste ano o projeto balneabilidade ampliou para 44 o número de municípios monitorados, com a inclusão dos balneários de Pelotas e Tavares. O número de pontos monitorados passou para 94. O Baixio de Montenegro, além de sequer ter acesso, não é considerado balneário e nunca passou por estudo da Fepam. Somente em Pelotas, nove pontos estão sem condições de banho na Lagoa dos Patos.

Aplicativo informa condições de banho
A Fepam utiliza, além do site balneabilidade, o aplicativo com informações sobre a qualidade das águas em balneários gaúchos. Desenvolvido com o apoio da Procergs e do Corpo de Bombeiros, o serviço também disponibiliza as condições de segurança para banho e a previsão do tempo. O objetivo é facilitar a comunicação com os veranistas.

Pelo site e pelo aplicativo é possível visualizar se as águas estão próprias ou impróprias. Mesmo com a novidade, a Fepam optou por manter as tradicionais placas informativas nos locais sem condições de banho. O serviço pode ser acessado pelo computador ou no modo web APP, não sendo necessário fazer download em lojas de aplicativos.

Deixe seu comentário