Não há precedentes de perdas na citricultura. Foto: Arquivo Jornal Ibiá
Nível deste açude no Faxinal – Montenegro – impede a captação. Foto: Arquivo Pessoal

O Instituto Climatempo divulgou nesta quarta-feira, 1º de abril, balanço no qual afirma que “março terminou devendo muita chuva para a Região Sul do Brasil. Enquanto caiu com força o centro-norte, no Rio Grande do Sul foi escassa em janeiro e em fevereiro. Este cenário predominou também no mês que findou na terça-feira, com total falta da chamada’chuva no verão.

Dezenas de cidades gaúchas já estão em emergência, e Montenegro começa a estudar também baixar decreto neste sentido. Em Porto Alegre, por exemplo, choveu apenas 22,9 milímetros (mm) nos 31 dias do mês de março, o que significa que a chuva de março ficou 75% abaixo da média histórica.

 

 

*levantamento preliminar, não oficial, baseado em dados do INMET – Instituto Nacional de Meteorologia

Deixe seu comentário