Supermercados Mombach, Poker, Barbearia 1989 e Lar do Menor conquistaram o Troféu deste ano

Em noite festiva, a Associação Comercial, Industrial e de Serviços (ACI) de Montenegro e Pareci Novo realizou a entrega do Troféu Jacob Renner. A partir dos votos dos associados, a premiação reconheceu as empresas e instituições que fizeram a diferença junto à comunidade durante o ano de 2019.

O primeiro vencedor da noite foi o Supermercados Mombach, na categoria “Comércio”. Das mãos de Kindel, o diretor José Augusto Mombach Friedrich recebeu o prêmio lembrando, principalmente, da relação com seus clientes. “Quero agradecer às pessoas que fazem parte do nosso dia a dia”, destacou. Com duas unidades, a empresa completou 62 anos de uma história de estreita proximidade com a população montenegrina. Destaque para iniciativas recentes como o Natal Encantado e o Passeio Ciclístico Solidário, pensadas em prol da comunidade.

De promoção de eventos, a segunda vencedora entende bastante. Na categoria “Indústria”, a ACI premiou a Poker, empresa que há 24 anos está com fábrica em Montenegro. Com eventos anuais como o Gol a Gol e o poker Running Day, a empresa deixa sua marca, incentivando a prática de esportes entre os montenegrinos. E apesar de atuar no âmbito nacional e até fora – a organização tem nove linhas de produtos e é líder na fabricação de luvas para goleiros – a preocupação com o fator local faz parte do DNA da empresa. “E receber um prêmio junto aos empresários que mais se destacaram é uma grande honra”, comemorou o diretor da Poker, Fredi Cauduro.

A categoria “Prestação de Serviços”, por sua vez, reconheceu uma empresa relativamente jovem. A Barbearia 1989 levou o troféu nesta edição. Emocionado, o proprietário Samuel Costa agradeceu a clientes e colaboradores. “Não se faz prestação de serviço sozinho”, ressaltou, lembrando a trajetória do empreendimento, iniciado com um colaborador em uma sala de dez metros quadrados no final de 2015; e que hoje emprega dez colaboradores em duas salas com mais de 100 metros quadrados cada. “Criamos conceitos e hoje é fácil perceber que incentivamos muitas pessoas a entrarem nesse ramo. Somos felizes por isso”, apontou.

Saindo do âmbito empresarial, a quarta categoria reconheceu como “Destaque Social” do Ano a Sociedade Beneficente Espiritualista Lar do Menor, entidade existente há 59 anos; e que conta com 200 colaboradores no atendimento a mais de 560 crianças. A presidente, Maria Soledad Vidal Rodrigues, recebeu o troféu agradecendo a lembrança e, especialmente, às pessoas que, durante quase seis décadas, dedicaram-se ao trabalho do Lar.

Vencedores comemoraram juntos o reconhecimento recebido

E não parou por aí. A quinta-feira também foi oportunidade para a ACI apresentar sua sede, após reforma. Com projeto voluntário das arquitetas Fernanda Bondan e Aline Athaydes; e supervisão do engenheiro civil, Carlos Machado, foram trocadas janelas e portas internas, refeitas instalações e montado um mini auditório. Tudo com um design mais moderno e integrado. “Que o espaço seja palco de bons projetos e muito trabalho útil”, desejou o presidente Kindel.

ACI brindou a um ano de conquistas e novos desafiosJá adiantando novidades para 2020, o dirigente citou a volta do projeto Junior Achievement, iniciativa voltada à formação de jovens empreendedores; e uma nova empreitada relacionada com a segurança da região, mas que ainda não foi detalhada. Mais um ano de muitas atividades e desenvolvimento local!

Deixe seu comentário