Opala, Quinta Insana, Posto Weber, Banda Hetfield, encontro, carro antigo
Nas ruas, Opala do “Baby” chama a atenção por onde passa, seja pelo ronco, seja pela conservação Foto: Arquivo Pessoal

Não convém confundir ficção com realidade. Porque eles são de lata, aço e borracha, fazem um ronco feroz e, o que é melhor, estão ao alcance dos olhos aqui na cidade. Trata-se do retorno dos autos clássicos a Montenegro. Ontem, o contador Júnior Rodrigues, um dos fundadores da Quinta Insana, confirmou ao Ibiá Motores que o grupo voltará a se reunir após sete meses de “férias forçadas”. Será no dia 6 de abril. Com direito a show da banda de rock Hatfield.

Opala, Quinta Insana, Posto Weber, Banda Hetfield, encontro, carro antigo
Com 400 cv (acima), Opala de Júnior Rodrigues deve ficar pronto nos próximos dias e é presença certa na Quinta Insana
Foto: Arquivo Pessoal

Ocorre que a Prefeitura de Montenegro vetou, ainda no ano passado, o uso do Parque Centenário para eventos devido a problemas na rede elétrica. O jeito foi voltar ao berço, ou seja, ao Posto Weber, de onde a turma só saiu porque não cabia mais tanto carro em consequência do sucesso dos encontros. “A Quinta Insana de agora em diante será itinerante, ou seja, será em cidades diferentes, de dois em dois meses”, antecipa.

Entre os destaques do retorno da Quinta Insana estão os dois mais furiosos Opala do Vale do Caí. Ambos têm placa de Montenegro. Um deles, do próprio Júnior, agora vem equipado com motor aspirado com absurdos 400 cv de potência e alimentado por metanol e nitrometano, por isso também todo forjado. Sim, o objetivo dele é participar de competições, como a Super 300, uma prova de arrancada prevista para 30 de abril, no Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul. O outro Opalão confirmado para o encontro de quintas-feiras é do montenegrino Eduardo Köetz Rodrigues, o Baby. Refeito de cima a baixo, o clássico, ano 1980, tem mais de 300 cv de potência, seis cilindros e cor azul mediterrâneo.

Deixe seu comentário