Pareci Novo conta com três câmeras instaladas em fase de teste, o projeto contempla a implementação de 11 unidades

Cercamento. Três importantes pontos pela cidade já são vigiados 24 horas

A sala de operações do Sistema de Vídeomonitoramento do 5º Batalhão da Polícia Militar (5ºBPM) de Montenegro já recebe imagens das câmeras de segurança instaladas no município de Pareci Novo. O processo está em fase de testes, mas há previsão de que até o final do mês de novembro o sistema passe a funcionar de forma efetiva. O objetivo da iniciativa é promover mais segurança para a população.

Na tarde dessa quarta-feira, 10, o prefeito Oregino José Francisco, acompanhado por Augusto da Silveira Kappes, responsável pela implementação do projeto, visitou a central de monitoramento. Pareci Novo faz parte dos nove municípios da região de abrangência do 5º BPM que aderiram ao Sistema Integrado de Segurança (SIM) para compor o cercamento eletrônico regional. A “Cidade das Flores” é a primeira a repassar as imagens para a central da BM.

Atualmente, Pareci Novo conta com três câmeras instaladas nas áreas do comércio e bancos, e também próximo à Praça Miguel Arraes. Esses locais já contavam com sistema de internet por fibra ótica instalado. Agora, o município está em fase de licitação para ampliar os pontos de internet e com isso aumentar o número de câmeras. “A meta é até o final do mês de novembro ter oito câmeras instaladas na cidade com espelhamento no Batalhão. O nosso projeto conta com 11 pontos de vídeomonitorameto, entre eles, três pontos terão câmeras com reconhecimento de placa e facial, para facilitar a abordagem dos policiais aos veículos em situação de furto ou roubo. Ou até uma pessoa foragida da Justiça”, detalha Augusto.

A meta é cobrir todos os pontos de acesso a Pareci Novo. “É impressionante a qualidade das imagens. A gente fica satisfeito em ver que a tecnologia supre a falta de pessoal dando mais segurança à população e agilidade para monitorar os acontecimentos. Com certeza corremos menos riscos devido ao sistema de monitoramento”, avalia Oregino.

O comandante do 5º BPM, João Luís Machado, destaca a importância do cercamento eletrônico. “Vamos conseguir reduzir consideravelmente os índices de criminalidade na região. Nós temos nove municípios engajados nesse projeto. Assim que forem sendo liberados os convênios e detalhes técnicos, as imagens começarão a ser jogadas no sistema de vídeomonitoramento”, explica. Também fazem parte do projeto Montenegro, sede Regional da Central de Monitoramento, Triunfo, Salvador do Sul, Brochier, Maratá, Barão, São José do Sul e São Pedro da Serra. A BR-386 também contará com câmeras de segurança. A implementação será possível através de um convênio com o Polo Petroquímico. Contudo, ainda não existe previsão de quando os equipamentos serão instalados.

Duplas de servidores se revezam para acompanhar as imagens na sala de operações durante às 24h. O comandante ressalta que as imagens somente são disponibilizadas em casos determinados pela justiça.

Deixe seu comentário