IMAGEM: PIXABAY/REPRODUÇÃO

Município teve uma média de 13,93 novos casos, já na região foram 45,1 positivados/dia

Montenegro teve seu primeiro caso de Covid-19 registrado no dia 8 de abril, exatamente sete dias após o primeiro confirmado da região, em São Sebastião do Caí. Desde então, o município nunca havia registrado taxa tão alta de infecção do novo coronavírus como no mês de novembro, em que a média de casos diários chegou a 13,93. O acréscimo do último mês também foi registrado na região (Vale do Caí mais Triunfo), que somou a média de 45,1 positivados por dia.

A crescente de casos em Montenegro vem ocorrendo desde outubro, quando a média diária era 5,87, a menor desde junho, quando eram confirmados cerca de 3,96 positivados diariamente. O aumento de casos diários foi de 137% em comparação a novembro. Só nas duas últimas semanas foram confirmados 226 novos casos, o que equivale a uma média de 15,06 positivados/dia no município.

Os dados são preocupantes, já que no pico do inverno quando normalmente a população fica mais vulnerável a doenças a média diária de casos era 10,12 e o total de novos casos foi de 314, em agosto. No mês de setembro a média teve pouca alteração. Foi registrado 10,23 casos/dia e 307 novos casos no mês. Ou seja, houve um início de queda de casos, que foi registrado em outubro.

O município também registrou um recorde de casos ativos do novo coronavírus. Segundo o último boletim de casos divulgado pela Prefeitura de Montenegro na sexta-feira, 27, a cidade apresenta 1.649 casos positivos acumulados, sendo 1.196 casos recuperados, 429 casos em recuperação e 24 óbitos. Desde o início da pandemia esse foi o maior número de pessoas com potencial de contaminar outras pessoas ou de precisar atendimento na rede de saúde.

 Região registra 42% de aumento de casos diários

Apesar de não ser tão brusca a diferença, a região (Vale do Caí mais Triunfo) registrou um acréscimo de 42% no número de casos diários de outubro a novembro. Assim como em Montenegro, novembro foi o mês com mais positivados/dias nos municípios da região, 45,1 ao todo.

Até 30 de novembro a região somava 6.438 casos do novo coronavírus, sendo 5.574 recuperados, 755 ativos e 109 óbitos. O número total de positivados desde o início da pandemia equivale, por exemplo, a população de Pareci Novo e Maratá – somadas – toda infectada.

Na região, os meses de julho, agosto e setembro apresentaram uma estabilidade nos casos diários do novo coronavírus. Respectivamente a média diária chegou a 36,93; 37,8 e 38,4. Em outubro a média de casos/dia diminuiu cerca de 17%, sendo confirmados cerca de 31,7 pessoas positivadas.

Prevenção à Covid-19 deve continuar

Muitos são os fatores que podem ter contribuído para o aumento da média de casos diários no último mês em Montenegro e na região, mas uma certeza existe: os cuidados de prevenção ao novo coronavírus devem prevalecer principalmente agora em que as festas de fim de ano estão chegando, e é normal querer se reunir com a família e os amigos.

De acordo com recomendação do governo do Estado, a população deve evitar aglomerações e reuniões, pois esse é um dos maiores causadores da transmissão da Covid-19. Além disso, os cuidados básicos para evitar o contágio devem continuar prevalecendo no dia a dia. Confira algumas das precauções:

– Recomenda-se a utilização de máscaras em todos os ambientes;

– Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%;

– Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com a parte interna do cotovelo;

– Mantenha distância mínima de um metro entre pessoas em lugares públicos e de convívio social;

– Higienize com frequência objetos de uso continuado;

– Não compartilhe objetos de uso pessoal como talheres, toalhas, pratos e copos;

Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados;

– Se estiver doente, evite contato próximo com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, busque orientação no seu posto de referência;

– Durma bem e tenha uma alimentação saudável.

1 comentário

Deixe seu comentário