Profissionais da saúde ligam a diminuição de óbitos e positivados com o avanço da vacinação. Foto: Arquivo Ibiá

Número de casos ativos da doença também está diminuindo

Desde o dia 13 de setembro, Montenegro não registra nenhum óbito em decorrência de complicações do novo coronavírus. Na ocasião, a Secretaria Municipal da Saúde confirmou a morte de um homem de 65 anos que havia feito somente uma dose da vacina. O óbito anterior havia sido no dia 12 de agosto, ou seja, um mês sem nenhum registro.

Para a secretária da Saúde, Cristina Reinheimer, a diminuição de casos e óbitos está diretamente ligada à vacinação. “As pessoas que vêm positivando estão positivando muito fraca (sintomas). E agora a gente começou a entrar na terceira dose da vacinação, que é aplicada seis meses após a segunda dose, então isso dá um reforço maior ainda para as pessoas”, disse em entrevista à Rádio ibiá Web, na terça-feira, 9.

Como a secretária ressaltou, a vacina não tira o risco da contaminação, mas diminui os casos graves. Para isso é necessário completar o esquema vacinal, pois só com as duas doses – três para alguns grupos já permitidos – é que será possível ter todo o efeito necessário, e alcançar a imunização coletiva, fazendo com que a circulação do vírus diminua.

Assim como os óbitos, os casos confirmados também estão decrescendo em Montenegro. Até essa quinta-feira, 11, o município havia registrado apenas 30 positivados desde a segunda-feira, 8. A cidade já chegou a registrar mais de 100 casos em um dia durante o pico da segunda onda da Covid-19. Se tratando de casos ativos a situação é semelhante. Atualmente o município conta com 193 casos ativos, entretanto chegou a registrar, por exemplo, 1.888 casos ativos da doença no mês de março.

Segundo a atualização da Secretaria Estadual da Saúde (SES), Montenegro registrava nessa quinta-feira, 11, 79.8% da população vacinada com a primeira dose e 53% com o esquema vacinal completo. A vacinação contra a Covid-19 no Município segue nesta sexta-feira, 12, para pessoas a partir dos 12 anos. A primeira e segunda doses estão sendo aplicadas na Secretaria Municipal da Saúde (Assistência), das 8h às 12h e das 13h às 17h, e também na UBS Centro, das 15h até as 21h. Já a dose de reforço está sendo aplicada no posto de saúde do Industrial, das 8h as 12 e das 13h às 16h, e é destinada para idosos acima de 60 anos, pessoas imunossuprimidas e profissionais de saúde.

No sábado, 13, ocorre a aplicação das doses 1, 2 e reforço da vacina contra a Covid-19. A vacinação ocorre somente na Secretaria Municipal da Saúde, na rua Campos Neto, 177, das 8h às 17h. Por conta do feriado, na segunda-feira, 15, não haverá vacinação na cidade. Lembrando que o intervalo entre as duas doses é de 28 dias para a Coronavac, 8 semanas para a Pfizer e 8 para a Oxford.

Deixe seu comentário