No Hospital Montenegro 100% SUS, a UTI segue 100% ocupada, porém há registro de queda nas internações por Covid em leitos clínicos da casa de saúde. Foto: Arquivo Ibiá

Número de pacientes em leitos clínicos fora de UTI caiu 16% em uma semana, mas UTIs mantém patamar alto

O número de pacientes com o novo coronavírus internados em leitos clínicos voltou a diminuir em Montenegro desde a última semana. Nessa terça-feira, 22, eram 15 leitos ocupados de 54 disponíveis nos dois hospitais do Município. Apesar disso, os leitos em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) seguem com ocupação alta, sendo registrado 26 leitos ocupados, de 30 disponíveis.

Em uma semana, a queda no indicador de ocupação de leitos clínicos é de 16% – passando de 33.3% para os atuais 27.8. Já no indicador de ocupação de leitos em UTI Montenegro registrou uma queda de 20%, que ocorreu no Hospital Unimed Vale do Caí.

No Hospital Montenegro 100% SUS, a taxa de ocupação de leitos de UTI segue em 100%, com todos os seus 20 leitos ocupados. Em relação aos leitos fora de UTI haviam 7 pacientes para 22 vagas ofertadas. Segundo a equipe de UTI do Hospital Montenegro 100% SUS, na última semana ocorreu redução na internação de pacientes por Covid e aumento na internação dos demais pacientes clínicos. “Os leitos de UTI Covid permanecem todos ocupados, mas no momento não temos pacientes com Covid aguardando leito para UTI no hospital”.

Apesar de os leitos clínicos estarem com vagas, a UTI do hospital está lotada, e isso pode acarretar em consequências futuras, segundo a equipe de UTI do HM. “Pois pode ser necessário que pacientes com necessidade de UTI permaneçam por mais tempo na emergência; não estando no local mais adequado para o seu tratamento”, explica.

No Hospital Unimed Vale do Caí a taxa de ocupação na UTI está em 60%, sendo registrado 6 leitos ocupados para 10 ofertados. Nos leitos clínicos a porcentagem é menor: 25% – eram oito leitos ocupados para 32 vagas). Essa tendência também é observada no Rio Grande do Sul. Nessa terça-feira, 22, eram pouco mais de 2,6 mil (34%) pacientes com Covid-19 internados em leitos de baixa e média complexidade. Em relação à última semana a queda foi de 11.50% na taxa de ocupação. Entretanto, a taxa de ocupação nos leitos de UTI era de 86%.

Como o RS continua com altas taxas de transmissão da Covid-19 e hospitais ainda sobrecarregados, especialistas da área ressaltam que o futuro do coronavírus ainda é incerto no Estado. Pode haver, a qualquer momento, nova sobrecarga na rede de atendimento caso os cuidados preventivos necessários não forem adotados. É importante lembrar que mesmo vacinado, o cidadão deve seguir utilizando a máscara, álcool gel, além de manter o isolamento.

Deixe seu comentário